Guia de Compras

...
Grades Mecanizadas

Em média, são removidos de 40 a 50 litros de material sólido por 1000 m³ de esgoto em grades de espaçamento fino e médio.

O material removido, geralmente é destinado para aterro sanitário ou incineração.

A remoção de sólidos por gradeamento, faz parte do tratamento primário e tem por finalidade:

– Proteção de equipamentos como bombas, aeradores, raspadores de lodo, comportas, válvulas, etc;
– Reduzir obstruções em canalizações, calhas, caixas de manobra, poços de elevatórias;
– Pré-condicionar o esgoto bruto favoravelmente aos processos de tratamento subseqüentes.

O correto dimensionamento do gradeamento deve considerar o espaçamento entre as barras em função do tamanho da partícula a ser removida, as dimensões do canal, perda de carga gerada e elementos que podem ser afetados pelo nível líquido como extravazores, comportas, medidores tipo Calha Parshall e vertedores de processos posteriores como desarenação.

A seleção do tipo de máquina de gradeamento, considera além do dimensionamento citado acima, a velocidade de limpeza necessária para desobstrução do canal e os custos de aquisição, manutenção e operação.

De acordo com o espaçamento, as grades são classificadas como grosseiras (de 40 a 100 mm), médias (de 20 a 40 mm), finas (de 10 a 20 mm) e ultrafinas (de 3 a 10 mm).

GRADE CURVA COM BRAÇOS ROTATIVOS – modelo GCBR

Normalmente utilizada como grade média, é recomendada somente para canais de profundidade máxima de 2,5 m. Construída em chassi único, é pré-montada e testada em fábrica permitindo fácil instalação. Consiste basicamente de uma grade fixa de barra curvas com limpeza mecânica por 2 rastelos montados diametralmente em braços giratórios com sistema de auto limpeza. Podem ser fornecidas em aço carbono ou em aço inoxidável.

GRADE MECANIZADA TIPO CREMALHEIRA – modelo GICR
Normalmente utilizada como grade média, é recomendada para canais com nível líquido máximo de 2,0 m. Construída em chassi único, é pré-montada e testada em fábrica facilitando a instalação. Consiste basicamente de uma grade fixa com limpeza mecânica por um rastelo móvel com rodas dentadas, que se desloca em guias laterais com cremalheiras fixas. Tem o mecanismo de acionamento totalmente fora do meio líquido. Em caso de manutenção o canal não precisa ser esvaziado, todos os serviços podem ser realizados no piso de operação. Podem ser fornecidas em aço carbono ou em aço inoxidável.

GRADE MECANIZADA INCLINADA TIPO GANCHO – modelo GMIG
Normalmente utilizada como grade fina e ultrafina, é recomendada para canais com nível líquido alto. Construída em chassi único, é pré-montada e testada em fábrica facilitando a instalação. Não possui grade fixa. A retenção de sólidos é feita por uma espécie de esteira móvel, formada por peças em forma de ganchos. O espaçamento livre do gradeamento é gerado pelos vãos entre esses ganchos. Os sólidos retidos pelos ganchos são removidos no nível do piso de operação, por uma escova rotativa com cerdas de nylon em conjunto com jatos de água limpa. Fabricada com estrutura do corpo e guias em aço inoxidável, podem ser fornecidas com ganchos de plástico (ABS de Alto Impacto) ou metálicos em aço inoxidável.

GRADE MECANIZADA TIPO STEP SCREEN – modelo GMSC
Normalmente utilizada como grade ultrafina, é recomendada para canais de profundidade máxima de 3,0 m. Construída em chassi único, é pré-montada e testada em fábrica facilitando a instalação. Fabricada totalmente em aço inoxidável, trabalham com espaçamento normalmente de 3 ou 6 mm. Possue um jogo de placas paralelas fixas e um jogo de placas móveis, superpostas que se deslocam ao longo de toda a seção do canal, removendo os sólidos retidos em um movimento contínuo ascendente, mantendo o canal sempre limpo.