saneamento basico
Realidade no Saneamento Básico

Uma nova e melhorada realidade no Saneamento Básico

Realidade no Saneamento Básico

Em 2013, deu-se início às obras do que pode ser considerado um dos grandes legados do empreendimento para Altamira: o saneamento básico da cidade.

Até então, não existia sistema de tratamento de esgoto e menos de 10% das casas eram abastecidas com água potável.

Os imóveis contavam com fossas para destinação dos efluentes e poços para abastecimento de água.

Mas mudamos essa realidade. Construímos um moderno sistema de coleta e tratamento de esgoto, com mais de 280 km de rede, e ampliamos o sistema de captação e abastecimento de água da cidade com mais de 230 km de rede. Também realizamos, sem custo algum para os moradores, mais de 19 mil ligações domiciliares às redes de água e esgoto. Além disso, promovemos a remediação do antigo lixão da cidade e construímos um novo aterro sanitário.

Pois na sede municipal de Vitória do Xingu também foram construídos 29 quilômetros de rede de esgoto, 12 quilômetros de rede de drenagem de águas pluviais e 12,8 quilômetros de rede de água. Dois distritos do município ainda foram beneficiados: Belo Monte, que recebeu 220 metros da rede de drenagem pluvial e 2,3 quilômetros da rede de esgoto sanitário; e Leonardo da Vinci, onde foram implantados 9,8 quilômetros de rede de esgoto, 5,6 quilômetros de drenagem pluvial, 12,8 quilômetros de rede de água tratada e 5,8 quilômetros de pavimentação. A Norte Energia também dotou o município de um aterro sanitário para a adequada destinação dos resíduos sólidos.

Realidade no Saneamento Básico

Em suma já no município de Anapu, na comunidade de Belo Monte do Pontal, foram implantados 320 metros da rede de drenagem pluvial e 4,3 quilômetros da rede de esgoto, além de um aterro sanitário.

Contudo três comunidades da Volta Grande do Xingu pertencentes ao município de Senador José Porfírio também receberam obras de saneamento. Na comunidade da Ressaca, concluímos 1,3 quilômetro de rede de água e 2,2 quilômetros de rede de esgoto. Na comunidade Ilha da Fazenda foram feitas 28 fossas sépticas, 28 unidades de sumidouro e três filtros biológicos foram implantados. Já a comunidade Garimpo do Galo recebeu cerca de 558 metros de rede de esgoto e 483 metros de rede de água.

Em conclusão, no município de Brasil Novo também foram implantadas melhorias no sistema de abastecimento de água, bem como construído um aterro sanitário.

Fonte: Norte e Energia.

Últimas Notícias:
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »
Serviços de Coleta de Lixo

Mais de 90% dos brasileiros contam com serviço de coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo, direta ou indireta, beneficiavam 90,9% dos brasileiros em 2022, segundo dados do Censo 2022 divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que 82,5% dos moradores têm seus resíduos sólidos coletados diretamente no domicílio por serviços de limpeza.

Leia mais »
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »