saneamento basico
Reúso Irrigação Brasil

Potencial de reúso de água para irrigação nas regiões hidrográficas brasileiras

Reúso Irrigação Brasil

Resumo:

Primeiramente o presente trabalho realizou uma avaliação do potencial de reaproveitamento de efluentes de Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETEs) para irrigação nas 12 Regiões Hidrográficas brasileiras (RBHs).

Para tanto, inicialmente, foram categorizadas as ETEs e estimada a vazão do efluente.

  • A categoria 1 representa o efluente secundário com eficiência de remoção de matéria orgânica superior a 80%;
  • A categoria 2 representa o efluente que passou por alguma etapa de desinfecção;
  • e os efluentes com desempenho inferior às demais categorias foram denominados ‘Sem categoria’.

Então em seguida, foram compiladas as demandas de água para irrigação de cada BHR e, por fim, foi comparada a produção de água para reaproveitamento com a demanda para irrigação.

Contudo assim, observou-se que todas as vazões de esgoto geradas no Brasil classificadas nas Categorias 1 e 2 representam 9% da demanda total de água para irrigação do país (1.078,71 m 3 /s) e destaca-se que apenas 7% das vazões tratados no Brasil passam por uma etapa de tratamento terciário.

Reúso Irrigação Brasil

Portanto embora o Brasil tenha grandes reservas de água, cerca de 12–16% do total disponível no mundo ( Ramos 2016 ), mas sua disponibilidade de água não está distribuída uniformemente em todo o seu território.

Em suma aproximadamente 260 mil m 3 /s de água passam pelo território brasileiro e desse montante. Mas 80% está na região Amazônica, onde há a menor parcela da população e a menor demanda de uso de água ( ANA 2018 ).

Fonte: Instituto Reúso de Água.

LEIA O TRABALHO NA ÍNTEGRA

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »