saneamento basico

Investigação de vibrio cholerae nas estações de tratamento de esgoto (ETEs) de Uberlândia-MG

Resumo

A cólera é uma doença causada pelo Vibrio cholerae, uma bactéria gram-negativa enterotoxigênica de grande importância epidemiológica por sua capacidade epidêmica e potencial letal caso não tratada como emergência. Além disso, o patógeno apresenta associação a condições socioeconômicas deficientes e a desastres urbanos, como enchentes, que possam comprometer o fornecimento de água potável e o saneamento básico. Essas características implicam na necessidade de constante monitoramento sobre áreas com potencial endêmico de ocorrência da doença e indene do patógeno. O objetivo deste estudo foi realizar o monitoramento de Vibrio cholerae em ETEs no município de Uberlândia-MG. Foram realizadas coletas quinzenais em quatro pontos estratégicos determinados pela Prefeitura Municipal de Uberlândia, durante o período de quatro meses e posteriormente a análise microbiológica e molecular para identificação da bactéria Vibrio cholerae e determinação da presença de genes virulência. A análise molecular permitiu a confirmação de Vibrio cholerae em 54,5% dos isolados (36/66), em virtude da presença do gene ompW, com aumento expressivo (p<0,05) na prevalência nos dois últimos meses de avaliação. Os genes tox, hlyA foram identificados em 100% (36/36) das cepas. Os genes rtx e ompU em 97,2% (35/36) e 25,0% (9/36), respectivamente. A presença do gene responsável pela síntese da toxina colérica (ctxAB) foi identificado em 43,7% (7/16) dos isolados. Houve diferença significativa na presença do gene ompU em relação às quatro ETEs, identificado apenas na ETE Uberabinha (9/10 – 90,0%) (p=0,0004). Quatro perfis de virulência foram discriminados, sendo o mais prevalente aquele associado à presença dos genes ompW, tox, hly e rtx (P2), considerado relevante na ocorrência de casos de diarreia e bacteremias. A confirmação da espécie, incluindo a diversidade genética apontam a urgência na inclusão de diagnósticos diferenciais e exames complementares em casos de diarreia aguda, assim como de estudos epidemiológicos para rastreabilidade de sua origem aliados à necessidade de implantações de medidas de controle mais efetivas nas ETEs.

Autor: Tanaje Luiz Izidio Ferreira De Amorim Junior.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

Últimas Notícias:
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »
Serviços de Coleta de Lixo

Mais de 90% dos brasileiros contam com serviço de coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo, direta ou indireta, beneficiavam 90,9% dos brasileiros em 2022, segundo dados do Censo 2022 divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que 82,5% dos moradores têm seus resíduos sólidos coletados diretamente no domicílio por serviços de limpeza.

Leia mais »
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »