saneamento basico

Guia de Compras

Bomba de Fusos NOTOS® 4NS Industrial

Bomba de Fusos NOTOS® 4NS Industrial

De projeto robusto e inovador, a Bomba de Fusos NOTOS® 4NS foi desenvolvida para transportar com máxima eficiência diferentes tipos de fluidos em baixa ou alta pressão.

Faça sua Cotação Agora

Descrição Completa

Bomba de Fusos NOTOS® 4NS

De projeto robusto e inovador, a Bomba de Fusos NOTOS® 4NS foi desenvolvida para transportar com máxima eficiência diferentes tipos de fluidos em baixa ou alta pressão.

A maior integrante da família NOTOS® pode atingir capacidades de até 1500 m³/h, o suficiente para carregar um navio de petróleo ou óleo vegetal.

As bombas NOTOS® foram desenvolvidas para o bombeamento de fluidos de alta ou baixa lubricidade, sendo estes quimicamente agressivos ou não.

A bomba de fuso é uma bomba rotativa de deslocamento positivo em que a forma dos fusos se assemelha a um parafuso. Consiste em dois ou mais fusos contra-rotativos e uma carcaça que envolve os fusos.

Saiba mais sobre a Netzsch

Vídeos, Artigos e Notícias - Mais Recentes
O crescente número do consumo mundial de materiais plásticos, e consequente crescente geração de resíduos, tem aumentado o foco na evolução da economia circular e da gestão sustentável de resíduos.
Uma das iniciativas recém-anunciadas é a produção de tapetes automotivos pela Borkar a partir de retalhos de PVC descartados na fabricação dos bancos dos carros.
O tratamento de efluente industrial proveniente de processos específicos consiste em tratá-lo de modo a adequá-lo às normas e regulamentações vigentes para despejo no corpo receptor (rios) e/ou recuperá-lo de forma usá-lo como água de reúso para diversos fins.
Ademais, esse tipo de atividade gera efluentes com elevadas cargas orgânicas, o que pode comprometer o desempenho operacional de estações de tratamento anaeróbio, como é o caso de reatores UASB.
A constatação é do Instituto Trata Brasil, ao divulgar a terceira edição do estudo Avanços do Novo Marco Legal do Saneamento Básico no Brasil de 2024 (SNIS, 2022).
O programa promete melhorar a gestão de resíduos sólidos por meio de parcerias público-privadas e da regionalização, por exemplo, via consórcios intermunicipais.