saneamento basico

Guia de Compras

Distribuidor Rotativo

Distribuidor Rotativo

Filtração biológica é um processo de tratamento de esgoto em um tanque reator (filtro) que realiza a oxidação bioquímica do esgoto por sua passagem e contato contínuo com uma massa biológica aderida a um meio suporte de pedras ou elementos plásticos.

Faça sua Cotação Agora

Descrição Completa

Filtração biológica é um processo de tratamento de esgoto em um tanque reator (filtro) que realiza a oxidação bioquímica do esgoto por sua passagem e contato contínuo com uma massa biológica aderida a um meio suporte de pedras ou elementos plásticos

A distribuição dos esgotos na superfície do meio suporte é realizada por um DISTRIBUIDOR ROTATIVO, que recebe o esgoto pela coluna central e promove a aspersão contínua por braços radiais giratórios de forma proporcional a área do filtro.

Fabricados totalmente em aço inoxidável (AISI 304 ou 316L) para resistir aos gases gerados nas reações biológicas, os braços podem ser tubulares com bicos aspersores ou em calhas com vertedores reguláveis em exclusivo projeto desenvolvido pela NAQUA, que permite o ajuste da vazão distribuída ao longo dos braços.

NAQUA fornece distribuidores em vários modelos

– DISTRIBUIDOR ROTATIVO HIDRÁULICO modelo DRAH, com braços giratórios por carga hidráulica;

– DISTRIBUIDOR ROTATIVO MOTORIZADO modelo DRAM, com braços giratórios por acionamento motorizado;

Os modelos têm características específicas e vantagens de acordo com a aplicação e exigências do projeto.

Solicite um orçamentoenvie uma mensagem ou entre em contato para falar sobre DISTRIBUIDORES ROTATIVOS com um de nossos consultores.

Vídeos, Artigos e Notícias - Mais Recentes
A presidente do Trata Brasil Luana Pretto observa que muitas regiões não estão adotando um modelo adequado de gestão para garantir o acesso da população aos serviços de saneamento básico.
Os números estão no estudo “Avanços do Novo Marco Legal do Saneamento Básico no Brasil – 2024” publicado pelo instituto “Trata Brasil”.
Segundo Veronica, a agência prevê que, com o ritmo atual das concessões, 99% das pessoas abrangidas por esses contratos contarão com abastecimento de água e 90%, com coleta e tratamento do esgoto sanitário até 2033.
Mais que projetos, a Agência Estadual de Regulação (AGEMS) tem concretizado realizações com o protagonismo regulatório e o apoio a instituições e municípios na promoção do saneamento inclusivo.
Estabelece os teores máximos de metais que os resíduos utilizados no preparo de combustível derivado de resíduos perigosos poderão conter.
O estado de São Paulo atingiu a meta do Novo Marco Legal do Saneamento Básico de 90% da população coberta com coleta de esgoto, apresentando 90,54% de cobertura. A marca só perde para o Distrito Federal, que tem 92,30% de coleta.