saneamento basico
Lixões MS

AGEMS e SES firmam parceria para melhor análise da qualidade da água para consumo humano no Estado

Imagem Ilustrativa

A AGEMS (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul) e o setor da Coordenadoria Estadual de Vigilância em Saúde Ambiental e Toxicológica, vinculada à Secretaria de Saúde (SES), firmaram parceria na última terça-feira (15), com o intuito de proporcionar a troca de informações e melhor análise da qualidade da água para consumo humano nos municípios atendidos.

Assinaram o termo de cooperação o diretor-presidente da AGEMS, Carlos Alberto de Assis, o secretário de Saúde, Geraldo Resende, Gabriela Faria e Lucilene Gonçalves representando a Vigilância em Saúde Ambiental, a Head de Relações Institucionais Rejane Monteiro, diretora de Saneamento e Resíduos Sólidos, Iara Marchioretto, diretor de Transportes Rodovias e Portos Matias Gonsales e o Procurador Jurídico Elton Tofano.

Para o diretor-presidente, esse é mais um esforço da Agência na busca de novas parcerias para garantir bons resultados através da regulação de serviços.

“É de extrema importância a união de esforços firmada pela AGEMS hoje em parceria com a vigilância em saúde ambiental, setor ligado à Secretaria de Estado de Saúde. Com isso, vamos potencializar o trabalho desenvolvido no monitoramento e fiscalização da água e isso é sem dúvida, cuidar e levar benefício as pessoas”, ressalta Assis.

Geraldo Resende agradeceu a parceria com a Agência de Regulação sob o comando de Assis e destacou que uma iniciativa como essa, coloca o Estado como cumpridor na missão de entregar água potável e de qualidade aos municípios.


LEIA TAMBÉM: Projeto com medidas de prevenção contra enchentes passa na CDR e vai ao plenário

Objetivo e Metas

O Coordenador da Câmara Técnica de Saneamento Básico da AGEMS, Leandro Caldo, explica que o principal objetivo é a troca de conhecimentos e informações a respeito da qualidade da água do Estado.

“Essa parceria vai facilitar o nosso acesso aos dados por meio do Sisagua, que é o sistema que gerencia essas informações para dar celeridade nas tomadas de decisões, além de facilitar os trabalhos da Agência no sentido do monitoramento das metas do IQA (Índice da Qualidade da Agua) e servir de base para as fiscalizações programadas”, explica.

A diretora Iara Marchioretto destaca a parceria como a soma de esforços que vai diminuir a assimetria de informações e multiplicar os benefícios à população sobre os índices. Essas são metas que o Ministério da Saúde estabelece e os prestadores precisam cumprir, por se tratar de saúde pública.

“Estamos aprimorando os procedimentos de análise dos dados, para que possamos avançar ainda mais na regulação e fiscalização dos sistemas de abastecimento de água que atendem mais de 2 milhões de habitantes, na área de atuação da AGEMS”, afirma.

O usuário pode acompanhar, através da conta, se os indicadores estão sendo divulgados. É direito do cidadão ter informações sobre a qualidade da água distribuída.

Fonte: Saúde MS.

Últimas Notícias:
Secagem Solar Lodo

Secagem Solar de Lodo

Na grande maioria das estações de tratamento de esgoto (ETEs), o lodo biológico é o resíduo sólido gerado em maior quantidade, sendo responsável por um dos maiores custos operacionais, devido principalmente aos serviços de transporte e destinação do material.

Leia mais »