saneamento basico
Investimentos em Drenagem

Prefeito de Porto Alegre/RS apresenta a representantes de banco de fomento alemão locais para investimentos em drenagem

Investimentos em drenagem

Após a assinatura da carta de intenções que marcou o início da cooperação entre a Prefeitura de Porto Alegre e o KfW Banco de Desenvolvimento, a comitiva do banco de fomento alemão conheceu os locais em que o Executivo municipal planeja investir em obras de drenagem urbana.

No sábado, 5, o prefeito Sebastião Melo percorreu a cidade junto aos representantes da instituição financeira e apresentou as ideias para solucionar esses problemas, existentes há décadas na Capital.

O grupo que representa o KfW conheceu as bacias do Passo das Pedras, do Arroio Dilúvio, do Arroio Guabiroba, o sistema de proteção contra cheias e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Serraria.

“Usamos esta manhã para mostrar quais são os nossos desafios. Começamos na Zona Norte e fomos até o Extremo Sul da cidade. Agradecemos à missão do KfW pela oportunidade. Nossa expectativa é dar início ao processo de elaboração da carta-consulta e buscar viabilizar um financiamento, trabalhando para melhorar a vida dos cidadãos de Porto Alegre” – Prefeito Sebastião Melo.

Investimentos em drenagem

Também participaram da visita técnica os secretários municipais de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Urbano Schmitt, de Habitação e Regularização Fundiária, André Machado, de Obras e Infraestrutura, André Flores, e o diretor-geral do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae), Alexandre Garcia. Ao mostrar a realidade de diferentes regiões, que possuem em comum a necessidade de repensar a relação da comunidade com as bacias hidrográficas nelas localizadas, os gestores da prefeitura puderam detalhar quais são as especificidades e condições de cada local.

 “A drenagem urbana é o maior problema que o Dmae enfrenta hoje. Para sanar o déficit atual, será necessário um investimento de grande porte. Estamos buscando fontes de recursos para enfrentar todos os desafios. Por isso, hoje mostramos os mais variados problemas de Porto Alegre, no anseio de trabalhar a captação desses recursos”, afirmou Garcia.

Para a diretora do KfW no Brasil, Saskia Berling, as demandas apresentadas se encaixam no perfil de obras que o KfW financia, pois possuem relação com a agenda do banco, que prioriza investimentos alinhados ao desenvolvimento urbano sustentável. “Possuímos fundos que permitem a realização de estudos de viabilidade e a elaboração de projetos. Trabalharemos nesse sentido. Somos engajados em melhorar não só a situação de como vivem as pessoas, mas também proteger o meio ambiente e fomentar a resiliência urbana”, salientou.


LEIA TAMBÉM: Cesan anuncia investimentos de quase R$ 39 milhões em obras de saneamento para Barra de São Francisco/ES

KfW

Fundado em 1948, o KfW é um dos principais bancos de desenvolvimento do mundo. Sua atuação se destaca pelo comprometimento em melhorar as condições de vida econômicas, sociais e ambientais nos projetos que desenvolve e apoia. Em 2021, o total de ativos do KfW alcançou a marca de 551 bilhões de euros e o volume para fomento no ano foi de 107 bilhões de euros. Desse montante, 33% foram destinados à proteção climática e ambiental. Seus serviços de financiamento e promoção estão alinhados com a Agenda 2030 das Nações Unidas e contribuem para o alcance dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Fonte: POA.

Últimas Notícias:
Projetos IoT Áreas Remotas

Desafios de Conectividade em Projetos de IoT em Áreas Remotas

No mundo da Internet das Coisas (IoT), a conectividade é a espinha dorsal que permite a comunicação entre dispositivos e a coleta de dados em tempo real. Entretanto, em áreas remotas, onde a infraestrutura de rede de dados é escassa ou inexistente, estabelecer uma conexão confiável pode ser um desafio significativo.

Leia mais »