saneamento basico
Smosp

Secretaria de Obras (Smosp) amplia atuação de equipes próprias para manutenção de redes de drenagem

Smosp

Nos últimos dois anos a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Smosp) de Caxias do Sul aumentou a atuação para atender às demandas referentes a alagamentos.

O trabalho para recuperação e reconstrução de redes de drenagem pluvial foi ampliado por meio da atuação de equipes próprias da pasta.

Nesse contexto, novas máquinas também foram adquiridas no período. Atualmente, processos licitatórios são encaminhados com previsão de investimento de R$ 40 milhões para a compra de 15 veículos leves para várias secretarias, 27 máquinas leves, tratores agrícolas e caminhões.

Conforme explica o secretário de Obras, Norberto Soletti, em entrevista à Rádio Caxias, é competência da Smosp, entre outras, a manutenção de todas as vias do município. Para os serviços de asfaltamento há um contrato vigente com a Companhia de Desenvolvimento de Caxias (Codeca); para a recolocação de paralepípedos outra empresa foi terceirizada.

LEIA TAMBÉM: PREFEITURA ASSINA PARCERIA COM UFG PARA ELABORAÇÃO DE PLANO DE DRENAGEM URBANA

A questão dos alagamentos é uma das principais frentes de atuação. O secretário lembra que na semana passada, somente em 15 minutos, choveu 42mm na cidade, nenhuma estrutura comporta tamanha demanda. Por isso, a secretaria finalizou trabalhos em São Cristóvão e nos bairros Petrópolis (Rua Ernesto Marsiaj), Planalto, Jardim Eldorado e Kayser, enumera Norberto Soletti.

Cabe à Smosp a abertura e alargamento de ruas, trabalhos de detonação e drenagem, cuidado da infraestrutura urbana, incluindo a iluminação pública, bem como a gestão de 10 subprefeituras e o patrolamento e cascalhamento de vias urbanas e no interior, principalmente nesta época de escoamento da safra da uva.

Pedidos de manutenção junto à Smosp podem ser feitos por meio do Alô, Caxias, pelo telefone 156 e no site sac.caxias.rs.gov.br.

Fonte: Rádio Caxias 

 

Últimas Notícias:
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »
Serviços de Coleta de Lixo

Mais de 90% dos brasileiros contam com serviço de coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo, direta ou indireta, beneficiavam 90,9% dos brasileiros em 2022, segundo dados do Censo 2022 divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que 82,5% dos moradores têm seus resíduos sólidos coletados diretamente no domicílio por serviços de limpeza.

Leia mais »
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »