saneamento basico
Saneamento em Jundiaí Saúde

Saneamento em Jundiaí/SP fortalece a saúde e atrai investimentos

Saneamento em Jundiaí Saúde

Jundiaí está no seleto grupo de municípios brasileiros com saneamento universalizado.

No município, 99,65% da população urbana e rural é atendida com redes de água, e 98,81% com redes de esgoto, sendo que 100% do que é coletado passa por tratamento.

Os investimentos em sistemas de saneamento básico trazem benefícios diretos e indiretos para a população, como a redução dos indicadores de doenças com veiculação hídrica, bem como um importante atrativo para investimentos privados no município.

“Somos a Cidade das Crianças e investir em saneamento é oferecer qualidade de vida desde a primeira infância. São as crianças que mais sofrem com a falta de saneamento e, por isso, Jundiaí tem compromisso de oferecer serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário de qualidade”, afirma Luiz Fernando Machado, prefeito de Jundiaí.

Por meio da DAE Jundiaí, o município está investindo R$ 43 milhões na modernização e melhoria da operação de abastecimento, com a construção de novos reservatórios, implantação de novas adutoras e o remanejamento de 21 quilômetros de redes de água.

“Jundiaí, por meio da DAE, tem realizado esforços para levar água e esgoto a regiões mais limítrofes, garantindo saúde e qualidade de vida à população. São investimentos em reservação de água tratada e na ampliação e melhoria de redes, essenciais para a operação da DAE, que fornece à cidade, diariamente, 1.800 litros de água por segundo”, aponta Walter da Costa e Silva Filho, diretor presidente da empresa.

De acordo com pesquisa do Instituto Trata Brasil, investir em saneamento é essencial para a prevenção de doenças e epidemias de veiculação hídrica, como diarreia e infecções gastrointestinais. O levantamento mostra ainda que o desempenho dos estudantes no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem), que residiam em áreas sem saneamento, era 10,1% menor do que aqueles com acesso ao serviço.

Saneamento em Jundiaí Saúde

Contudo o Índice de Desenvolvimento Sustentável das Cidades – Brasil (IDS-Br) traz Jundiaí na segunda colocação do ranking dos municípios brasileiros em desempenho nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), formulados pela ONU.

“As questões de sustentabilidade são levadas muito a sério pela administração. Nossa preocupação é o desenvolvimento do município em harmonia com a preservação do meio ambiente. Só assim, podemos garantir plena qualidade de vida da nossa população”, destaca o prefeito.

Os investimentos em infraestrutura têm permitido ao município atrair novos investimentos. “As empresas querem estar em cidades que oferecem qualidade de vida aos seus cidadãos”, analisa Luiz Fernando. Hoje, Jundiaí possui mais de 1.300 atividades industriais cadastradas e o setor é o segundo maior empregador de mão de obra do município.

Portanto o saneamento é um importante fator de impacto na mão de obra de um município.

De acordo com o levantamento do Instituto Trata Brasil, a oferta de infraestrutura adequada de abastecimento de água e esgotamento sanitário é determinante na produtividade e na remuneração do trabalho.

“Protegemos os nossos mananciais e, com isso, garantimos oferta confortável de água para o abastecimento no município. Esse é um dos critérios analisados pelas empresas na hora de escolher uma localidade para se instalar. Com isso, adicionamos mais uma qualidade de Jundiaí, entre os seus demais atrativos”, analisa Luiz Fernando.

Fonte: SP.

Últimas Notícias:
Blindagem Valas Estroncas Flexíveis

Sistema de Blindagem de Valas com Estroncas Flexíveis

Para a execução de trabalhos neste tipo de ambiente, o sistema de Blindagem de Vala Europeu tem características técnicas desenvolvidas para atender aos requisitos da execução de obras em locais densamente urbanizados, com foco na preservação do meio ambiente e estruturas adjacentes.

Leia mais »