saneamento basico
Saneamento Básico em Sorocaba

Sorocaba/SP apresenta índices de excelência em oferta de saneamento básico à população

Saneamento Básico em Sorocaba

A Prefeitura de Sorocaba e o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) mantêm um cronograma contínuo de investimentos, para garantir a manutenção dos índices de excelência na oferta de saneamento básico à população de Sorocaba, nas próximas décadas.

As iniciativas consistem, sobretudo, em otimizar e incrementar, de forma contínua, o funcionamento das Estações de Tratamento de Água (ETAs) e de Esgoto (ETEs), além de ampliar o número de unidades que operam os serviços.

Da mesma forma, ocorrem com as intervenções para sempre assegurar a excelência da qualidade da água, além das obras de infraestrutura urbana, como para o desassoreamento de mananciais e drenagem de águas das chuvas.

Aliás, os índices de atendimento à população quanto ao abastecimento público e coleta de esgoto em Sorocaba estão entre os mais altos do Brasil, considerados “serviços universalizados”, aliando eficiência, preservação ambiental e atendimento de referência. O índice de atendimento em água tratada é de 98,49% (média brasileira de 84,20%), enquanto o serviço de coleta de esgoto atende 98,22% da cidade (média Brasil de 55,81%). O Saae/Sorocaba trata 90,08% do volume total gerado (média no País de 51,2%).

LEIA TAMBÉM: Legislação não protege devidamente os fundos estaduais de recursos hídricos

Tanto é que Sorocaba foi destaque nacional no 7ª edição do Prêmio “Casos de Sucesso & ESG” (Ambiental, Social e Governança – do inglês, Environmental, Social and Governance), na categoria “Melhores Evoluções no Ranking do Saneamento”. A iniciativa, realizada pelo Instituto Trata Brasil (ITB), em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), prestigia as melhores práticas dos municípios e empresas no âmbito do abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Isso porque Sorocaba avançou dez posições no ranking nacional de 2023 do Instituto Trata Brasil, figurando na 12ª posição entre as 100 maiores cidades do País com melhor desempenho em saneamento básico. No estudo de 2022, ocupava a 22ª posição. Em relação aos municípios acima de 500 mil habitantes, Sorocaba obtém a 4ª melhor colocação, sendo que, antes, ocupava a 6ª posição. Considerando, ainda, a nota total e comparando com as 27 capitais brasileiras, Sorocaba está à frente de todas elas, exceto de São Paulo capital.

Saneamento Básico em Sorocaba

Nessa linha, o Programa de Despoluição do Rio Sorocaba tem sido determinante na melhoria contínua da qualidade de vida dos sorocabanos, além da conservação do meio ambiente. Nessa área, a principal obra entregue, em 2021, foi a ampliação da Estação de Tratamento de Esgoto Sorocaba 1 (ETE-S1), a maior da cidade. O volume de tratamento nessa unidade passou de 1.000 litros por segundo para 1.300 l/s, com melhora na eficiência do tratamento, de 81% para mais de 90%.

Também na área de esgoto, a obra mais importante em andamento é a ampliação e reforma da ETE Pitico, na Zona Norte, prevista para ser entregue até o fim de 2023, sendo que uma das três novas linhas de tratamento já está em operação. A vazão de tratamento passará de 251 l/s para 375 l/s. Ao passo que a ETE Itanguá, na Zona Norte, terá reformas e adequações, assim como a ETE – S2, também nessa região a cidade, cujo projeto está em licitação.

Em relação ao abastecimento público, não menos importante é a ETA Vitória Régia, que entrou em operação também em 2021, captando água diretamente do Rio Sorocaba e garantindo o fornecimento de água com excelente qualidade à população. O tratamento é feito à base de ozônio, por meio de tecnologia inovadora e pioneira na América Latina.

E vai além, pois o Saae/Sorocaba tem projeto em andamento, orçado em R$ 200 milhões, para implantar uma nova concepção de sistema de abastecimento de água na cidade, com ainda mais autonomia e confiabilidade, o que inclui a construção de uma ETA na Zona Leste, com capacidade para captar 500 l/s de água. O novo sistema, em curto e médio prazo, vai diminuir a dependência de captação de água da Represa de Itupararanga, via ETA Cerrado, dos atuais 80% do total, para até 20%, em 10 anos. A expectativa é que o novo modelo comece a funcionar em 2024, também captando água do Rio Sorocaba.

A autarquia prevê, ainda, a construção ou ampliação de mais seis reservatórios de água, dentre os 67 já em funcionamento no município, assim como a interligação de todos os 43 Centros de Distribuição. E, seguindo as diretrizes do novo Plano Diretor de Água, segue desenvolvendo o Programa de Redução de Perdas, intensificado desde 2021, incluindo a implantação de moderno Sistema de Reuso de Água, com foco no abastecimento da indústria local.

Outra frente é a retomada do desassoreamento do Rio Sorocaba, em todo o trecho urbano, em parceria com o Governo do Estado. Mais de 100 mil metros cúbicos de resíduos, incluindo nisso os serviços no Córrego Itanguá, foram retirados durante os trabalhos, iniciados em março de 2022, cujo volume removido é equivalente ao conteúdo de 8.300 caminhões repletos. O contrato com o Estado terá continuidade logo mais, porém, o Saae/Sorocaba já realiza o serviço, por meio de recursos próprios, em dois pontos do Rio Sorocaba, usando duas dragas, sendo uma flutuante, e duas escavadeiras.

O objetivo é reduzir o risco de alagamentos, o que também engloba as obras de construção dos Reservatórios de Detenção de Cheias (RDCs) Jardim Maria do Carmo, Parque Vitória Régia e Parque dos Italianos, que estão em pleno andamento, assim como a troca de travessias sobre córregos no Jardim Piratininga e Marli, para aumentar a vazão das águas de chuvas. Esse tipo de obra também foi executado no Jardim Mathilde, em outro ponto do Jardim Piratininga, na ligação entre Sorocaba e Araçoiaba da Serra, no bairro Ipanema do Meio.

“Houve implantação de nova rede de drenagem no Éden, readequação de sistema de captação de águas pluviais na Vila Haro e no Jardim Sandra, entre tantas outras melhorias nos quatro cantos da cidade. O Saae/Sorocaba busca o máximo de eficiência e aproveitamento nos trabalhos, respeitando rigorosamente a legislação ambiental, com planejamento para executar todos os projetos que garantam o pleno atendimento das demandas da cidade, hoje e no futuro”, destaca o diretor-geral da autarquia, Tiago Suckow.

Outras Ações

  • – O Saae/Sorocaba executou 7.240 novas ligações de água, desde 2021, ao passo que 9.140 imóveis passaram a contar com coleta de esgoto, no mesmo período.
  • – A limpeza dos bueiros é feita regularmente. Em média, 8 mil m³ de material são recolhidos a cada ano. Cerca de 4.500 bocas de lobo são limpas por ano, sendo que, em 2023, até o momento, o serviço já foi realizado em mais de 2.600 pontos.
  • – Em 2021 e 2022, foram acima de 53 milhões de metros quadrados de roçagem de margens e taludes de mananciais, em mais de 50 pontos da cidade, conforme programação prévia.
  • – As manutenções preventivas de córregos e Bacias de Contenção são periódicas, em bairros, como: Jd. Paulistano, Jd. Prestes de Barros, Jd. Brasilândia, Jd. Piratininga, Jd. Leocádia, Mineirão, Vila Barão e Vila Mathilde, além das Bacias de Contenção do Abaeté, Água Vermelha, Campolim, Norcross e Rua Panamá (Barcelona).
  • – Mais de 23 mil metros de tubulação de novas redes de água implantados, em regiões que ficaram muito tempo esquecidas, como: Comunidade Fazendinha (Parque Vitória Régia), Campininha (Éden), Chácaras Ana Maria (Rodovia João Leme do Santos) e Genebra (Brigadeiro Tobias).

Fonte: SP.

Últimas Notícias:
Blindagem Valas Estroncas Flexíveis

Sistema de Blindagem de Valas com Estroncas Flexíveis

Para a execução de trabalhos neste tipo de ambiente, o sistema de Blindagem de Vala Europeu tem características técnicas desenvolvidas para atender aos requisitos da execução de obras em locais densamente urbanizados, com foco na preservação do meio ambiente e estruturas adjacentes.

Leia mais »