saneamento basico
BIOSIS Adequação ESG

A BIOSIS apoiando empresas na adequação a ESG

BIOSIS Adequação ESG

Um tema que atrai atualmente a atenção de investidores e grandes empresas e vem impulsionando a formatação de políticas que envolvam investimentos segundo critérios sustentáveis, sociais e de governança corporativa é a ESG.

No contexto dessa nova tendência mundial, que ganha holofotes no mercado a cada dia, o saneamento básico e ESG se tornam indissociáveis.

Segundo dados divulgados pelo Jornal Valor Econômico, a captação de recursos dos fundos ligados ao tema ESG em 2019 totalizava R$ 107 milhões, e encerrou o ano de 2020 em R$ 4,43 bilhões.

Isso aponta para uma tendência global, em que investidores e empresas buscam criar um ambiente mais sustentável, social e seguro, e no saneamento básico, dado o potencial de crescimento do setor e a sua relevância, isso não é diferente.

A BIOSIS, sempre atenta e alinhada aos ditames do mercado, desenvolve e aprimora produtos e soluções para apoiar a indústria nas suas demandas de tratamento de águas e efluentes, decorrentes dos seus processos produtivos, colaborando fortemente na redução dos impactos ambientais, consequentemente reforçando sua adesão aos fundamentos da ESG.

Destacamos nossos sistemas de aeração por ar difuso, uma solução completa para a manutenção adequada dos níveis de oxigenação nas Estações de Tratamento de Efluentes (ETE), garantindo um lançamento em conformidade com a legislação, o que evita danos ambientais, autuações e consequentes prejuízos a reputação da empresa.

LEIA TAMBÉM: É possível produzir mais e ainda ser sustentável? Solução

Em termos ambientais, o sistema ajuda a no uso sustentável dos recursos hídricos.

A BIOSIS oferece expertise técnica desde o projeto, instalação e manutenção de sistemas de aeração por ar difuso, através de uma estrutura técnica altamente qualificada que vai mapear as necessidades de cada indústria a partir de consultoria para indicar as melhores soluções.

BIOSIS Saneamento Ambiental

Ademais, a BIOSIS tem como diferencial de mercado o seu pós-venda, possibilita garantir a sustentabilidade do sistema através de contratos de manutenção e serviços de revitalização periódicos, assegurando o desempenho do sistema, prolongando sua vida útil e gerando economias consideráveis.

A implementação de um sistema de aeração por ar difuso da mais alta qualidade alinhada a um plano manutenção consistente evidenciam um compromisso de longo prazo com nossos clientes apoiando suas práticas responsáveis e consequente adequação ao ESG.

Na cadeia de benefícios de um sistema de aeração por ar difuso da BIOSIS, além dos já elencados, juntamente com os serviços de revitalização oferecidos pela Biosis, está uma drástica redução nos custos operacionais da estação e uma colaboração bastante significativa com a eficiência energética da fábrica.

Fonte: BIOSIS.

Últimas Notícias:
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »
Serviços de Coleta de Lixo

Mais de 90% dos brasileiros contam com serviço de coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo, direta ou indireta, beneficiavam 90,9% dos brasileiros em 2022, segundo dados do Censo 2022 divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que 82,5% dos moradores têm seus resíduos sólidos coletados diretamente no domicílio por serviços de limpeza.

Leia mais »
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »