saneamento basico
Como as empresas podem alcançar a Transformação Digital

Como as empresas podem alcançar a Transformação Digital

Empresas de Transformação Digital

Para se ter um processo de digitalização da empresa de forma clara, transparente e simples é preciso primeiramente, permitir a integração colaborativa de tecnologias.

Iniciativas distintas realizadas por setores diferentes, dentro de ecossistemas que não se comunicam, não colocam a empresa em um cenário de transformação digital.

O processo de digitalização começa quando se tem uma única iniciativa com a integração de diversas tecnologias, que envolve a Internet das Coisas (IoT), mas também a Inteligência Artificial, Machine Learning, Blockchain, Big Data e muitas outras que compõe a Indústria 4.0.

Como em uma orquestra onde dezenas de instrumentos precisam convergir o som em uma melodia clara e aprazível, assim é preciso para integrar diferentes tecnologias dentro das companhias.

Para a maioria das empresas o conceito básico de transformação digital não está esclarecido. A pressão do dia a dia, a necessidade de bater metas e de aumentar a eficiência transforma o processo de digitalização em uma corrida desorientada, e somente lá na frente, depois de já ter feito o investimento, se percebe que a decisão foi tomada de forma errada.

Portanto, um dos grandes desafios para as empresas acompanharem esse processo de transformação é a conscientização sobre as tecnologias colaborativas. A digitalização estará completa quando aplicações de diferentes verticais puderem se comunicar de forma horizontal e descentralizada com outras soluções.

Neste artigo focaremos principalmente nos aspectos referentes à IoT, por se tratar de um dos alicerces para um processo de transformação digital e uma das principais dificuldades das empresas.

Quem deve realizar o processo?

Um processo completo de transformação digital deve envolver toda a empresa, do C-Level ao operacional, envolvendo mudança de cultura organizacional e processos. Especificamente nos projetos de IoT, a iniciativa muitas vezes é liderada pela TI em conjunto com a TO.

Contudo, o processo de inovação deve, idealmente, envolver fornecedores especializados de fora da empresa. Os setores de TI/TO já estão tomados pelas demandas internas do dia a dia e, além disso, tendem a atuar de acordo com o core business da companhia, deixando as responsabilidades e as entregas de um projeto de IoT com os fornecedores capacitados para tal.

Empresas experientes em comercializar e implementar soluções de Internet das Coisas estão atentas às tendências, aos problemas enfrentados pelo mercado, às dores dos seus clientes e já estão experimentando soluções em diversos projetos.

É comum que os clientes queiram definir aplicações e áreas para integração e coleta de dados. Mas tão importante como coletar dados, é saber como gerenciar todas essas informações em benefício da empresa.

O caminho para a Transformação Digital na indústria

A solução como serviço é o caminho mais econômico e seguro para que a empresa possa digitalizar sua operação. Nesta modalidade, o mais importante para o cliente / companhia é saber quais são os KPIs de sucesso da solução.

O gestor precisa se perguntar sobre “O que se deseja atingir com a melhora da eficiência?”, “Qual a dor que o IoT vai solucionar?”. Muitas empresas não sabem o que querem medir com a IoT ou onde esperam chegar, e esse é um processo importante para a Transformação Digital.

É possível começar pequeno. Há clientes que começam com uma máquina. O tamanho não é o problema, o mais importante é o conceito. Afinal, como será visualizado o ganho? Neste ponto, a solução como serviço é mais um fator para o cliente visualizar os retornos através da tecnologia.

Há uma série de informações que são extremante úteis e contribuem para que a empresa economize dinheiro e tenham retorno sobre o seu investimento. Em contratos de manutenção preventiva, por exemplo, o monitoramento preditivo e remoto gera economia logística das equipes e evita paradas desnecessárias da operação.

Outro ponto é que na solução como serviço, o ônus do funcionamento é do provedor da solução, que precisa monitorar e entregar os dados. A empresa / cliente não precisa fazer investimentos para o desenvolvimento de uma solução, e fica livre para buscar no mercado provedores que melhor atendam a sua necessidade.

IoT plug and play é tendência para 2023

As variações de protocolos que existem na indústria a tornam um pouco mais conservadora para adoção de soluções IoT prontas para uso. Para introduzir dispositivos plug and play na indústria é preciso ter uma plataforma compatível com diversos protocolos, interfaces e flexibilidade de comunicação com diferentes softwares.

Essa capacidade de interoperabilidade qualificou o Bridgemeter, solução IoT Industrial da Above-Net, a modernizar a comunicação M2M de uma grande empresa de saneamento. O desafio era fazer com que diferentes tecnologias pudessem realizar a leitura dos dados e compartilhá-los para o SCADA de quatro empresas.

“Nós construímos um produto baseado na observação dos problemas do mercado. Não é achar que o mercado precisa de uma solução e depois tentar empurrar isso para o público. Estamos observando em todos os nossos clientes qual é a interseção dos problemas, depois desenvolvemos a solução para isso, porque sabemos que terá grande demanda”, comentou Marcelo Ramos, Vice-Presidente da Above-Net.

O Bridgemeter é uma solução cloud, moderna e inovadora capaz de se conectar com qualquer sensor da indústria ou equipamentos, permitindo o monitoramento, coleta, programação de regras inteligentes para predição de problemas e análise de dados de localizações remotas.

O sistema pode receber informações de equipamentos, CLPs (Controlador Lógico Programável), sensores digitais ou analógicos, motores, caminhões e até veículos leves assim como câmeras, tablets e smartphones com rastreamento e gerar alarmes em tempo real de forma rápida e precisa.

A plataforma de IoT Industrial da Above-Net, é oferecida no formato de solução como serviço (SaaS) com investimento baseado em OPEX e zero investimento CAPEX. Com uma pequena mensalidade por ponto monitorado é possível implantar uma solução industrial de alta disponibilidade e segurança de dados sem se preocupar no desenvolvimento e integrações de sistemas que fujam do modelo de negócios da sua empresa.

Autor: Above Net

Últimas Notícias:
Projetos ESG Resultados no Saneamento

Projetos ESG e seus resultados no saneamento

Projetos ESG são práticas adotadas por empresas com base em critérios ambientais, sociais e de governança corporativa. A implementação bem-sucedida de projetos ESG reduz riscos e impactos sociais, ambientais e financeiros das operações. Dessa forma, atraem investidores e contribuem para a sustentabilidade das atividades.

Leia mais »
Descarte Correto de Resíduos

Saiba como descartar resíduos corretamente e evitar doenças como a dengue

Além de crime ambiental, o descarte irregular de resíduos sólidos traz diversos prejuízos ao meio ambiente e à população. Estes pontos se tornam ambientes propícios para a proliferação de vetores de doenças, levando às situações de alagamentos em período de chuva, comprometendo a qualidade do ambiente e da paisagem do local, além de gerar o aumento dos custos públicos com a remoção do material descartado de forma incorreta e também dos gastos com saúde pública.

Leia mais »
Contrato Sabesp Vale do Paraíba

Novo contrato da Sabesp prevê aporte de R$ 18,6 bilhões no Vale do Paraíba até 2060

Atualmente em consulta pública, o novo contrato da Sabesp encontra-se em processo de desestatização, proposto pelo governo do estado de São Paulo. Os investimentos estão previstos em R$ 18,6 bilhões até o ano de 2060, no Vale do Paraíba e Litoral Norte. Cerca de R$ 5 bilhões serão destinados à universalização do saneamento básico nas 28 cidades atendidas pela Sabesp na região até 2029. As obras que pretendem levar água potável, coleta e tratamento de esgoto para toda a população, foram definidas com as prefeituras.

Leia mais »
Dmae Fumaça Ligações Irregulares

Dmae de Uberlândia/MG vai iniciar testes de fumaça para identificar ligações irregulares de esgoto

A partir da próxima segunda-feira (4), o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) iniciará testes de fumaça para detectar ligações irregulares na rede de esgoto do município. O primeiro bairro atendido será a região do bairro Pampulha. O local em questão foi escolhido para iniciar os trabalhos devido ao grande número de chamados para desobstrução de rede, especialmente em período de chuva. Futuramente, outros bairros da cidade receberam os mesmos testes.

Leia mais »
Manejo de Resíduos Biometano Brasileiro

Ao custo global de R$ 3,1 tri, manejo de resíduos pode virar negócio, como o biometano brasileiro

Segundo alerta feito pela ONU nesta quarta-feira, 28, o volume de resíduos no mundo, que atingiu 2,3 bilhões de toneladas em 2023, continuará crescendo exponencialmente, até 3,8 bilhões de toneladas até meados deste século. A crise será ainda mais grave nos países onde os métodos de tratamento ainda são poluentes: aterros sanitários (contaminação do solo, emissões de poluentes e gases de efeito estufa, como o metano) e incineração sem recuperação.

Leia mais »
Sanasa Campinas Saneamento Básico

Campinas tem saneamento superior à média nacional

Dados do “Censo 2022: Características dos domicílios – Resultados do universo”, publicados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirmam a elevação dos indicadores de moradores com acesso ao saneamento básico em Campinas.

Leia mais »