saneamento basico

Vale e Petrobras conduzem avanço de 2% da Bovespa, em dia de alta das commodities

O pregão na bolsa paulista nesta terça-feira foi marcado por altas expressivas, em meio ao avanço dos preços das commodities e com papéis ligados ao setor de infraestrutura também entre os destaques positivos.

O principal índice da Bovespa fechou em alta de 2,27 por cento, a 54.236 pontos. O volume financeiro somou 6,88 bilhões de reais.

Para o gestor Joaquim Kokudai, sócio na JPP Capital Gestão de Recursos, o desempenho na bolsa resultou de um conjunto de fatores, incluindo preços de matérias-primas mais altos nesta sessão e espaço para recuperação do índice após a queda no mês passado.

A emissão de um bônus de 100 anos e a descoberta de novos poços pela Petrobras na véspera também contribuíram, disse o gestor. O preço do minério de ferro acima dos 60 dólares também contribuiu, principalmente para a valorização das ações da Vale.

A expectativa de que o governo irá lançar ainda este mês programas nas áreas de infraestrutura e exportação, dentro de sua agenda positiva, também endossou apostas mais positivas, com novos comentários sobre o tema nessa sessão.

De acordo com a presidente Dilma Rousseff, tal agenda irá incluir também a terceira fase do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida.

Wall Street fechou no vermelho, após sessão sem tendência definida, com a Grécia e dados econômicos no radar.

 

DESTAQUES

VALE disparou nesta sessão, com as preferenciais fechando em alta de mais de 7 por cento, diante da alta dos preços do minério de ferro à vista na China, enquanto os contratos futuros da commodity em Dalian atingiram a máxima em três semanas. O Itaú BBA elevou a recomendação para o ADR da Vale para “market perform”, embora tenha reduzido o preço-alvo, citando melhorias esperadas para o fluxo de caixa livre a partir de 2017.

PETROBRAS subiu ao redor de 4 por cento, tendo como pano de fundo a alta do petróleo, um dia após a empresa emitir 2,5 bilhões de dólares em um título de 100 anos. O BTG Pactual disse em nota a clientes que a captação poderia ter alguma conotação positiva para a ação, “apesar de não endereçar todo o problema de caixa da companhia”. A Petrobras também anunciou descoberta de nova acumulação de petróleo na Bacia de Sergipe.

ECORODOVIAS liderou as altas do Ibovespa, fechando com avanço de 8,4 por cento, conforme o mercado segue na expectativa de anúncio de pacote ligado à infraestrutura. A operadora de ferrovia RUMO ALL, na sequência, avançou 7,6 por cento.

OI fechou em alta de quase 6 por cento, no mesmo dia em que a operadora de telecomunicações efetivou a venda de toda sua participação na PT Portugal para o grupo europeu Altice, com entrada de 4,92 bilhões de euros em caixa. Especulações relacionadas a fusões e aquisições no setor também seguiram fazendo preço nos negócios, em meio a expectativas sobre encontros com autoridades brasileiras e empresas estrangeiras. Um fonte do governo disse à Reuters que o presidente mundial da norte-americana AT&T deve se reunir com a presidente Dilma Rousseff nas próximas semanas.

COSAN avançou 2,95 por cento. O grupo de energia e infraestrutura confirmou na véspera a entrada na empresa de Paula Kovarsky, ex-analista do Itaú BBA, como diretora de Relações com Investidores.

CEMIG e COPEL ficaram na ponta contrária, com quedas de 2,05 e 1,04 por cento, respectivamente, em dia de fraqueza do setor elétrico, após fortes ganhos na segunda-feira.

SUZANO PAPEL E CELULOSE e FIBRIA recuaram, acompanhando o declínio de mais de 1 por cento do dólar frente ao real, que abriu espaço para nova realização de lucros com os papéis.

 

Fonte: R7

Últimas Notícias:

#Comprometimento e Responsabilidade Técnica

Desde o início da criação da Comissão CE.010:105.007 – Comissão de Estudos de Produtos Químicos para Saneamento Básico, Água e Esgoto da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em março de 2004, atuo como profissional voluntário e imparcial em prol da sociedade brasileira. Esta Comissão faz parte do CB-10, Comitê Brasileiro de Química da ABNT.

Leia mais »
Cagece Rede Esgoto Chuvas

Cagece orienta sobre cuidados com a rede de esgoto durante período chuvoso

Com o início quadra chuvosa em todo o Ceará, os cuidados com as redes de esgoto e de drenagem precisam ser redobrados, e para evitar obstruções, extravasamentos e alagamentos, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) orienta que a população faça o uso correto dos dois sistemas. Dentre as principais orientações: não destinar água de chuva e lixo para a rede de esgoto da Cagece.

Leia mais »
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »