saneamento basico
Louveira Água e Esgoto

Prefeitura conclui 2023 com grandes avanços em saneamento básico para Louveira/SP

Saneamento Básico Louveira

Com tecnologia, planejamento e novos investimentos, a Prefeitura de Louveira, por meio da Secretaria de Água e Esgoto, conclui o ano letivo de 2023 com grandes avanços em saneamento básico.

Em principal destaque de reconhecimento pelo trabalho realizado, Louveira venceu o Estadual e o Nacional do Prêmio Band Cidades Excelentes na categoria Infraestrutura e Mobilidade Urbana.

Entre os oito indicadores analisados na categoria, três estão relacionados com saneamento básico: acesso às redes, abastecimento de água e tratamento de esgoto. Entre as principais ações, está a conclusão de obras de novas redes para o bairro Monterrey e Vila Caldana, a inauguração do Parque Luigi Martini, utilização de robô motorizado nos serviços e avanços para otimizar o atendimento aos moradores.

“Esse ano gerou bons resultados e investimentos em saneamento básico para Louveira. Atualmente, a Estação de Tratamento de Água (ETA) atende 100% da população, sendo 95% por meio da rede de água e o restante pelo serviço de caminhão-pipa. A Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) também atende 100% dos moradores, sendo 87% da população pela rede pública de esgotamento sanitário e o restante por meio do programa de Saneamento Rural. A perda na distribuição de água vem crescendo no Brasil, nos últimos anos, e Louveira está na contramão, felizmente, por conta dos investimentos realizados na cidade; na Região Sudeste, a média de perda é de 38%, segundo o Instituto Trata Brasil; em Louveira, o índice é de 31% e vem caindo ano a ano. Vamos continuar trabalhando para melhorar ainda mais esses índices, além de outros avanços para toda a cidade”, disse o prefeito de Louveira, Estanislau Steck.

Em suma as questões das obras realizadas por meio da Secretaria de Água e Esgoto, a Prefeitura concluiu a instalação de novas redes de água e esgoto na cidade. Entre os destaques, no bairro Monterrey, com as obras concluídas, foi aberto a solicitação de ligação na rede de água para todos os moradores, totalizando mais de 4.500 pessoas. Ao todo, foram implantados 21 quilômetros de rede de distribuição.

Saneamento Básico Louveira

Contudo as obras de instalação de tubulações no bairro Vila Caldana permitiram que todos os moradores dessa região solicitassem a ligação nas redes de saneamento básico, atendendo cerca de 40 moradias.

Pois foi inaugurado dentro das celebrações de aniversário de 58 anos de Louveira, o Parque Luigi Martini. Localizado na Represa do Córrego Fetá, está aberto todos os dias das 6h às 20h para a população. O local conta com pista de caminhada em torno da represa, com cerca de 1.800 metros, bebedouros, banheiros, iluminação, bancos e lixeiras. Animais de estimação são bem-vindos, e pensando nisso, a Prefeitura de Louveira, instalou porta-sacolas por todo o parque para coleta de fezes de animais, mantendo o local sempre limpo.

Com investimento tecnológico, a Prefeitura de Louveira conta com um robô motorizado para serviços nas redes de água e esgoto. O robô é similar a um carro, possui uma câmera de monitoramento e um sensor a laser que permite localizar imperfeições na tubulação. A utilização desse equipamento tem sido fundamental para identificar diversas ocorrências, tais como vazamentos, descartes clandestinos, obstruções, fissuras e etc.

Meio Ambiente

Também foi realizado o processo de recadastramento dos moradores. O objetivo é tornar o serviço de atendimento ao morador ainda mais eficaz. Com os dados atualizados no sistema, o tempo de atendimento diminui, facilitando para solucionar problemas. Além dos benefícios para o morador, a atualização do sistema gera a otimização de gerenciamento da Secretaria. Pois com informações precisas sobre os usuários no sistema, a gestão de recursos terá maior facilidade para ser analisada.

Mas com foco na prevenção de danos ambientais e na contaminação da água, a Prefeitura de Louveira instalou barreiras flutuantes na Represa do Córrego Fetá, local onde está localizado o Parque Luigi Martini. O objetivo é evitar contaminação e poluição da água. As barreiras foram instaladas logo antes do início da Represa, evitando que materiais poluentes adentrem.

Ademais a Prefeitura realizou neste ano a limpeza preventiva de todos os Reservatórios de Água da cidade. A ação, alinhada com a Vigilância em Saúde,foi necessária para garantir a qualidade da água distribuída à população. A Prefeitura divulgou todo o cronograma para os moradores.

Tratamento de Esgoto

Primeiramente entre avanços de novas redes coletoras de esgoto, a Prefeitura implantou as tubulações para atender o Residencial Primavera e os futuros moradores do Residencial Tabarana. Com foco em sanear completamente a região do bairro Pau a Pique, foram implantados mais 335 metros de rede coletora de esgoto, assim, interligando mais 20 residências, que lançavam seus despejos diretamente no córrego ou em fossas rudimentares.

Portanto está sendo realizada a Setorização da Rede de Abastecimento de Água da região do Centro e entornos. A setorização divide a distribuição de água em setores menores, facilitando o gerenciamento e o controle operacional do sistema de distribuição de água potável. Isso permite um controle maior da pressão da água e, consequentemente, reduz a quantidade de rompimentos de tubulações e vazamentos. A setorização também permite que, em caso de necessidade de manutenção, apenas uma pequena região fique temporariamente sem água, em vez de toda a rede.

Com foco na prevenção e no planejamento, a Prefeitura investiu em uma moderna Estação Meteorológica. A tecnologia avançada do equipamento permite que a administração pública tenha acesso a dados precisos do clima e em tempo real. Deste modo, as informações auxiliam para tomadas de decisões em diversas áreas que dependem do clima. Como todo tipo de obra e ações que envolvem a agricultura e gestão ambiental.

Limpeza Pública

Pois em ação recente, a Secretaria de Água e Esgoto mudou de endereço. Agora está localizada na rua Catharina Calssavara Caldana, 590, bairro Leitão, próximo do Paço Municipal. O objetivo é melhorar o atendimento para a população e otimizar os serviços realizados.

Mas aliando a infraestrutura com a responsabilidade ambiental, a Prefeitura entregou neste ano canalizações em dois trechos do Córrego Sapezal – na Atílio Biscuola e no Estiva, assim como na Estrada Ecológica, onde foram refeitas duas pontes e instaladas novas tubulações para canalização. Nos trechos do Córrego Sapezal, a Prefeitura estruturou muros com sistema de gabião, concretizou o trecho para passagem da água. Também foi realizado o novo sistema de drenagem do Parque das Videiras. São obras importantes que garantem mais segurança contra erosões e alagamentos.

Em conclusão também como parte do pacote de obras estruturantes, foram entregues neste ano pavimentação em vias urbanas e rurais, com sistema de drenagem pluvial, tubulação de concreto, bocas de lobo, instalação de guias e sarjetas, além de sinalizações, lombadas e pavimentação sustentável no caso das estradas rurais. Entre eles, a rua Rua Adorno Zonaro, no centro, a Travessa Luiza Savoy Dutra, no Estiva, as ruas do Faixa Azul, Rua da Esperança, Rua Braz Francisco de Almeida, Estrada Fazenda Biscuola, Rua Umbaúbas, no Arataba; e na área rural, a Estrada do Bugio, Estrada João Gothardi, no Engenho Seco e Estrada Tereza Bizetto Cestarolli, além das pavimentações realizadas em parceria com o Governo do Estado pelo Programa Melhor Caminho, feitas da Estrada Hugo Picchi, Alfredo Strabello, Pau-a-Pique e José de Jesus.

Resultados

Contudo em resultado geral, nos últimos três anos, Louveira ampliou em 1000% o número de residências com tarifa social de água e esgoto.

Portanto este benefício é destinado para famílias com renda per capita de até meio salário mínimo, gerando desconta no valor da conta.

Em suma antes, apenas 47 famílias eram cadastradas para tarifa social, agora, este número saltou para 522. Em compromisso com melhorias em saneamento básico, Louveira tem apresentado investimentos acima da média em obras, gerando aumento de acesso dos moradores à água e esgoto tratado, bem como a redução de perda na distribuição em 26,6%, o que corresponde a 24,83% de perda de água em 2023, enquanto em 2019 a porcentagem era 33,83%. Além disso, de 2019 a 2023, foi registrado o aumento de 19,69% de casas com ligação na rede de água e 18% em esgoto. Estes números representam aumentos contínuos no acesso a água e esgoto tratado, maior estabilidade no sistema e redução no desperdício.

Fonte: Louveira SP.

Últimas Notícias:
Tratamento de Efluentes Gratt

Como o Correto Tratamento de Efluentes pode impactar a Natureza?

Como o correto tratamento de Efluentes Sanitários impacta na natureza e na sociedade como um todo? Você sabia que o tratamento adequado de efluentes sanitários tem um papel crucial na preservação da natureza? Quando o esgoto não recebe o tratamento necessário, ele acaba sendo despejado diretamente em rios, lagos e oceanos, causando sérios danos ao meio ambiente.

Leia mais »
Saneamento Básico Escolas Creches

Senado quer prioridade em saneamento básico nas escolas e creches públicas

Nesta terça-feira (20/2), a Comissão de Infraestrutura (CI) do Senado Federal votará o Projeto de Lei (PL) 2.298/2021 que assegura prioridade de acesso ao saneamento básico para escolas e creches públicas. De autoria do senador Wellington Fagundes (PL-MT), o projeto busca modificar as diretrizes nacionais para o saneamento básico, garantindo que instituições de ensino tenham acesso à água potável, esgotamento sanitário e coleta de resíduos.

Leia mais »
Linedata Gestão de Ativos Saneamento

Maximizando a eficiência no saneamento: A Importância na Formação de Dados e Gestão dos Ativos de Rede

No mundo contemporâneo, a eficiência no saneamento é um fator crítico para o desenvolvimento sustentável e a saúde pública. A LINEDATA, reconhecendo essa necessidade, enfatiza a importância de uma gestão eficaz dos dados e dos ativos de rede no setor de saneamento. Esta abordagem é fundamental para acelerar a coleta e análise de informações, resultando em decisões mais rápidas, redução de perdas de água e otimização dos resultados operacionais.

Leia mais »
Sabesp Regulação Privatização

Sabesp: os avanços (e os poréns) da regulação pós-privatização

Um dos passos mais relevantes para o processo de privatização da Sabesp, o novo modelo regulatório para a companhia, colocado em consulta pública hoje pelo governo o Estado, veio em linha com as (altas) expectativas do mercado – e deve dar um impulso para que as ações ganhem fôlego na oferta que deve marcar a diluição da participação estatal, prevista para junho. 

Leia mais »
Problemas Saneamento Básico

Alarmante: quase metade das moradias no Brasil possuem problemas de saneamento básico

Saneamento básico, que engloba o acesso a água potável, coleta e tratamento de esgoto, manejo de resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais, é algo crucial para o desenvolvimento socio-econômico de um país. No Brasil, a situação está muito distante do que seria considerado ideal. De acordo com dados recentes do estudo realizado pelo Instituto Trata Brasil quatro milhões de brasileiros não possuem banheiro em suas residências.

Leia mais »