saneamento basico

Guia de Compras

Aerador

Aerador

O oxigênio é utilizado na manutenção da vida e no metabolismo de microrganismos responsáveis pela degradação de compostos orgânicos e no processo de nitrificação.

Faça sua Cotação Agora

Descrição Completa

Aeração é um processo normalmente utilizado em Estações de Tratamento de Esgotos e Efluentes Industriais, com a finalidade básica de introduzir oxigênio e movimentar a massa líquida

O oxigênio é utilizado na manutenção da vida e no metabolismo de microrganismos responsáveis pela degradação de compostos orgânicos e no processo de nitrificação. Também é usado na oxidação de poluentes inorgânicos.

A massa líquida em movimento constante potencializa as reações biológicas e físico-químicas, impede a formação de áreas mortas com depósitos e fermentações, provoca a volatilização de gases.

NAQUA fornece aeradores em vários modelos, com características próprias, grande capacidade de oxigenação e mistura.

– AERADOR LENTO FIXO  modelo AEFI, de baixa rotação, fixado em estrutura rígida, concreto ou aço;

– AERADOR LENTO FLUTUANTE modelo ALFB, de baixa rotação, montado em estrutura flutuante para instalação em lagoas ou tanques de grandes dimensões;

– AERADOR RÁPIDO FLUTUANTE DE FLUXO DESCENDENTE modelo ARFL, de alta rotação, montado em flutuador ou estrutura fixa, sem redutor, de baixo custo de aquisição e de manutenção.

Os modelos têm características específicas e vantagens de acordo com a aplicação e exigências do projeto.

Solicite um orçamentoenvie uma mensagem ou entre em contato para falar sobre AERADORES com um de nossos consultores.

Vídeos, Artigos e Notícias - Mais Recentes
A presidente do Trata Brasil Luana Pretto observa que muitas regiões não estão adotando um modelo adequado de gestão para garantir o acesso da população aos serviços de saneamento básico.
Os números estão no estudo “Avanços do Novo Marco Legal do Saneamento Básico no Brasil – 2024” publicado pelo instituto “Trata Brasil”.
Segundo Veronica, a agência prevê que, com o ritmo atual das concessões, 99% das pessoas abrangidas por esses contratos contarão com abastecimento de água e 90%, com coleta e tratamento do esgoto sanitário até 2033.
Mais que projetos, a Agência Estadual de Regulação (AGEMS) tem concretizado realizações com o protagonismo regulatório e o apoio a instituições e municípios na promoção do saneamento inclusivo.
Estabelece os teores máximos de metais que os resíduos utilizados no preparo de combustível derivado de resíduos perigosos poderão conter.
O estado de São Paulo atingiu a meta do Novo Marco Legal do Saneamento Básico de 90% da população coberta com coleta de esgoto, apresentando 90,54% de cobertura. A marca só perde para o Distrito Federal, que tem 92,30% de coleta.