saneamento basico

Guia de Compras

USV SL40

USV SL40

Embarcação totalmente automática e autônoma para monitoramento de qualidade de água, vazão e coleta de amostras.

Faça sua Cotação Agora

Descrição Completa

A Clean Environment Brasil e sua mais nova empresa parceira OceanAlpha, apresentam o que há de mais inovador nas tecnologias para monitoramento hidrológico. Conheça o USV SL40, uma embarcação totalmente automática e autônoma para monitoramento de qualidade de água, vazão e coleta de amostras.

USV SL40 – Clean Environment Brasil

A embarcação atua remotamente através de missões pré-programadas e com o apoio da Sonda Multiparâmetro YSI EXO-2S, do Medidor ADCP RiverSurveyor M9 e seu sistema de coleta automática de amostra incorporado ao sistema. Sendo assim, é um equipamento fortemente recomendado para o monitoramento de barragens de rejeitos de mineração. Assim como de barragens de hidrelétricas entre outras diversas aplicações para pesquisa e monitoramento hidrológicos em geral.

Vídeos, Artigos e Notícias - Mais Recentes
Estabelece os teores máximos de metais que os resíduos utilizados no preparo de combustível derivado de resíduos perigosos poderão conter.
O estado de São Paulo atingiu a meta do Novo Marco Legal do Saneamento Básico de 90% da população coberta com coleta de esgoto, apresentando 90,54% de cobertura. A marca só perde para o Distrito Federal, que tem 92,30% de coleta.
O crescente número do consumo mundial de materiais plásticos, e consequente crescente geração de resíduos, tem aumentado o foco na evolução da economia circular e da gestão sustentável de resíduos.
Uma das iniciativas recém-anunciadas é a produção de tapetes automotivos pela Borkar a partir de retalhos de PVC descartados na fabricação dos bancos dos carros.
O tratamento de efluente industrial proveniente de processos específicos consiste em tratá-lo de modo a adequá-lo às normas e regulamentações vigentes para despejo no corpo receptor (rios) e/ou recuperá-lo de forma usá-lo como água de reúso para diversos fins.
Ademais, esse tipo de atividade gera efluentes com elevadas cargas orgânicas, o que pode comprometer o desempenho operacional de estações de tratamento anaeróbio, como é o caso de reatores UASB.