saneamento basico

Fiscalização amplia o cerco ao transporte irregular de resíduos sólidos

Mais uma etapa da operação de combate ao transporte e descarte irregular de resíduos sólidos foi realizada nesta terça-feira (26) numa parceria entre a Coordenadoria de Fiscalização do Departamento Autônomo de Águas e Esgoto de Araraquara (Daae), a Secretaria de Cooperação dos Assuntos de Segurança, por meio da Guarda Municipal e Agentes de Trânsito e PM (Polícia Militar.

A força tarefa atuou na região nordeste (Valle Verde, Adalberto Roxo e Vistas do Horto) em pontos alvos de descarte de entulhos, materiais inservíveis, lixo orgânico, entre outros.

Ao final das atividades foram contabilizadas oito abordagens com orientações aos motoristas sobre as condições legais para o transporte dos resíduos sólidos, mediante cadastro do Daae e os locais para o descarte regular. Uma pessoa foi notificada para efetuar a limpeza de lixo descartado em passeio público.

União

Na próxima quinta-feira (27), às 15h, será realizada uma reunião na sede da Secretaria de Cooperação em Assuntos de Segurança Pública com o objetivo de ampliar o cerco de fiscalização e combate ao transporte e descarte irregulares de lixo, entulho e materiais inservíveis.

A ação ilegal prejudica o meio ambiente e a saúde da população, já que facilita criadouros do mosquito Aedes Aegypti, o transmissor da dengue.

Segundo o secretário de Segurança Pública, coronel João Alberto Nogueira Júnior, a união de todos é fundamental neste momento difícil de combate à dengue. “Por isso, é extremamente necessário o engajamento de todas as forças de segurança que atuam no município a fim de potencializar a fiscalização sem deixar de atender às demandas normais do dia a dia”, destacou.

Participam da reunião representantes das Secretarias Municipais que trabalham com o tema, Daae, PM, Polícia Civil, Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros entre outros convidados.

Fonte: O imparcial

Últimas Notícias:
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »