saneamento basico
Sustentabilidade Alagoas Usina Solar

Sustentabilidade: Alagoas terá usina solar exclusiva para alimentar estrutura de distribuição de água e tratamento de esgoto

Sustentabilidade Alagoas Usina Solar

Antes de mais nada, pela primeira vez, uma concessionária em Alagoas usará 100% de energia do sol para manter o funcionamento de toda a estrutura envolvida na distribuição de água e esgotamento sanitário, como motobombas, estações elevatórias, quadros, painéis elétricos e iluminação, entre outros.

Esse é o mais novo salto significativo dado pela concessionária Águas do Sertão rumo à utilização de energias renováveis. Após migrar para o Mercado Livre de Energia, a concessionária está em processo de conclusão de sua própria usina de energia solar. Que alimentará suas 160 unidades distribuídas em 34 municípios atendidos por seu contrato com o governo de Alagoas.

Esta semana, representantes da Águas do Sertão visitaram as instalações da futura usina na cidade de Girau do Ponciano. E foram recebidos por engenheiros da Paraty Energia, desenvolvedora do projeto, e da Solaric Energia Fotovoltaica, empresa responsável pela obra.

Em suma, a Paraty Energia é uma plataforma completa de soluções no mercado de energia, com operações nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Alagoas e Espírito Santo.

LEIA TAMBÉM: No Rio, antigo aterro sanitário virará uma usina de energia solar de 5 MW

A usina de energia solar está sendo construída em uma área de 10 hectares e terá capacidade de produção estimada de cerca de 6.200 MWh/ano. Atualmente, encontra-se em fase final de implantação, com previsão para iniciar suas operações no início de maio deste ano.

Dessa forma, ao entrar em funcionamento, a usina atenderá o consumo de aproximadamente 160 unidades distribuídas em 34 municípios. Suprindo toda a demanda energética em baixa tensão.

“Com a introdução da energia solar, a Águas do Sertão expande suas fontes energéticas por meio de uma energia limpa e renovável, reafirmando seu compromisso com um futuro sustentável”, afirma Antonio Hercules Neto, diretor da Águas do Sertão.

Esta é a primeira usina construída pela parceria entre as empresas, e considerando o sucesso esperado e a expansão planejada para o consumo de energia da concessionária, outras usinas podem ser construídas de acordo com a demanda.

“Este movimento representa um marco significativo no compromisso contínuo da Águas do Sertão em direção à sustentabilidade e ao uso responsável dos recursos energéticos”, completa.

Fonte: Alagoas Web

Últimas Notícias:
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »