saneamento basico

Métodos de Tratamento de Esgotos Domésticos: Uma Revisão Sistemática

Métodos de Tratamento de Esgotos Domésticos

O objetivo deste estudo foi levantar e identificar na literatura os métodos mais utilizados no tratamento de esgotos domésticos. Assim como classificá-los segundo critérios técnicos, econômicos, sociais e ambientais. Portanto, foi utilizado o método de revisão sistemática da literatura nas bases de dados Scielo, ASCE, BVS e Science Direct. Sendo assim, o intervalo considerado foi entre os anos de 2002 e 2012.

Os sistemas de tratamento foram classificados pela definição (aeróbio, anaeróbio e outros), operação (física, química, biológica e outras) e nível de tratamento (pré-tratamento, primário, secundário, terciário e outros).

Uma Revisão Sistemática

O sistema de tratamento anaeróbio/UASB foi o mais citado nos artigos consultados. Enquanto que a operação e o tratamento mais utilizados foram, respectivamente, a biológica e o tratamento secundário. Dessa forma, levando em consideração critérios técnicos e de sustentabilidade, a análise apontou que os melhores métodos são as lagoas de estabilização e os biorreatores de membrana (MBR).

A consciência pública sobre os problemas de poluição da água tem crescido consideravelmente nas últimas décadas. Aumentando, assim, o número de regulamentações cada vez mais rigorosas quanto à descarga de águas residuais (ZENG et al., 2007). No Brasil, a resolução do CONAMA n° 357 (BRASIL, 2005) dispõe sobre a classificação dos corpos d’água e enquadramento e ainda estabelece as condições e padrões de lançamento de efluentes, e dá outras providências. Em 2011, esta resolução foi alterada e complementada pela n° 430 (BRASIL, 2011), a qual dispõe sobre as condições e padrões de lançamento de efluentes. No Rio Grande do Sul, a resolução do CONSEMA n° 128 RIO GRANDE DO SUL, 2006) fixa padrões de emissão de efluentes líquidos para fontes de emissão que lancem seus efluentes em águas superficiais.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

Autores: Renata Cornelli, Fernando Gonçalves Amaral, Ângela de Moura Ferreira Danilevicz, Lia Buarque de Macedo Guimarães

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »