saneamento basico
Sabesp Reserva Ações

Sabesp é a primeira empresa brasileira com certificação ‘verde’ na B3

Sabesp Certificação Verde

A Sabesp é a primeira companhia brasileira a ser reconhecida como empresa ‘verde’ no mundo. O selo B3 Ações Verdes foi instituído pela bolsa de valores no Brasil, em maio deste ano. Com o objetivo de reconhecer as companhias que possuem atividades que contribuam com a proteção do meio ambiente e no combate às mudanças climáticas.

A empresa também é a primeira fora da Europa a obter esta certificação.

“Ser a primeira empresa a receber esta certificação é um reconhecimento do trabalho que estamos fazendo para além do saneamento básico. Somos uma empresa que investe em projetos de economia circular, segurança e resiliência hídrica e mitigação climática por meio do saneamento. Receber o selo dá uma certeza ao mercado de que estamos seguindo o caminho correto, utilizando as melhores práticas de sustentabilidade nos investimentos”, afirma o diretor-presidente, André Salcedo.

Nos últimos anos, a Sabesp vem desenvolvendo projetos que levam mais do que água tratada e coletam o esgoto da população. Mas são programas como o Novo Rio Pinheiros, que além de conectar mais de 650 mil famílias ao sistemas da companhia, entregou revitalização de comunidades, educação e consciência ambiental, além de oportunidades de ganho de renda através da implantação de cooperativas de reciclagem de lixo, e que será replicado agora no IntegraTietê, com 1,8 milhão de conexões de esgoto; ou o Se Liga na Rede, que conecta a infraestrutura da empresa às moradias, construindo ou reformando banheiros, o que dá dignidade aos seus moradores e consequentemente qualidade de vida.

“Hoje temos estruturada a nossa agenda ESG e estamos em intenso desenvolvimento da nossa estratégia climática, o que tem nos permitido demonstrar com mais clareza o resultado que efetivamente entregamos para o meio ambiente e para sociedade, para além da infraestrutura. O compromisso da Sabesp com a universalização do saneamento foi um passo importante; mas o que nos permitiu obter o reconhecimento do selo B3 Ações Verdes foi a conjugação com os diversos avanços que realizamos em matéria de sustentabilidade e de projetos sustentáveis”, completa a superintendente de Sustentabilidade e Governança Corporativa, Virginia Ribeiro.

Sabesp Certificação Verde

Portanto para lançar a certificação, a B3 se inspirou nos Green Equity Principles (princípios para ações verdes). Primeiramente lançados em 2023 pela World Federation of Exchanges (WFE – Federação Mundial das Bolsas). Portanto a WFE decidiu criar diretrizes para que suas afiliadas elaborassem normativos para indicar companhias que pudessem ter seus papéis designados como Ações Verdes.

“As Ações Verdes são um instrumento robusto do mercado de capitais para ampliar a transparência e fomentar a consistência do setor privado em relação a iniciativas que pavimentem o caminho para uma nova economia global sustentável. Esperamos que essa iniciativa da Sabesp seja um exemplo de compromisso socioambiental para mais empresas listadas na B3”, afirma Gilson Finkelsztain, CEO da B3.

“A certificação de Ações Verdes é mais uma das importantes iniciativas da B3 em seu papel de estimular o mercado a adotar boas práticas de sustentabilidade, promovendo o desenvolvimento da economia e da sociedade. Com o nosso novo selo, a Sabesp dá um passo importante em seu compromisso público com a proteção do meio ambiente e oferece ao investidor mais uma ferramenta de avaliação para suas teses de alocação de capital”, afirma Cesar Tarabay Sanches, superintendente de Sustentabilidade da B3.

LEIA TAMBÉM: Enchentes no RS: como será feito o processo de escoamento das águas?

Em suma a S&P Global Ratings, entidade avaliadora credenciada. Atestou que, em 2023, 100% da receita bruta da Sabesp foi proveniente de atividades que contribuem para a economia verde, sendo que o mínimo exigido para a designação B3 Ações Verdes é 50%. Então foram também atestados que 95% de seus investimentos e despesas operacionais foram direcionados para atividades que contribuem para a economia verde, ao passo que o mínimo também é de 50%, e que não teve receita bruta derivada de atividades de combustíveis fósseis, enquanto o máximo permitido para a designação é de 5%.

Entre os destaques apontados pela S&P Global Ratings estão: a qualidade da estrutura de governança da Sabesp, com mecanismos claros para monitorar questões ambientais, climáticas e sociais; políticas adequadas para gerenciar seus riscos ambientais relacionados à água e ao esgoto, abordando questões como poluição da água e perda de biodiversidade; integração de aspectos de sustentabilidade em outras de suas políticas, como seu Código de Conduta e Integridade, que se aplica também aos seus fornecedores; riscos ESG identificados e monitorados por meio do sistema geral de gerenciamento de riscos da Sabesp; identificação adequada dos riscos climáticos físicos usando cenários no padrão ‘TCFD’ (Task Force on Climate-related Financial Disclosures – iniciativa global para maior transparência na divulgação das informações financeiras relacionadas ao clima); e aprimoramentos constantes de sua estratégia de longo prazo para garantir disponibilidade de água suficiente para o Estado de São Paulo até 2050.

Fonte: ABC.

Últimas Notícias: