saneamento basico

Após água barrenta nas torneiras, moradores do ABC enfrentam falta de água

Após moradores da região do ABC reclamarem de água marrom saindo das torneiras, agora eles enfrentam falta de água em pelo menos três municípios: São Bernardo do Campo, Santo André e Diadema.

Em um condomínio de São Bernardo do Campo, no bairro Paulicéia, para atender as 80 famílias que estão sem água, o condomínio contratou um caminhão-pipa de 30 mil litros na manhã desta quinta-feira (25).

Segundo a Sabesp, o excesso de chuvas no sistema Rio Grande, que faz parte da represa Billings, que abastece o ABC, fez com que a água ficasse barrenta. Com isso, a Sabesp diminuiu em 15% a produção da água, e a diminuição da vazão afetou um milhão de pessoas.

Falta de água

A Sabesp anunciou que irá dar desconto por alguns dias na conta de água para quem sofrer com a falta de água e com a água barrenta. Para isso, a pessoa deve entrar em contato com o telefone 0800 presente na conta e fazer a solicitação de desconto.

O Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André (Semasa) disse que por causa dos problemas com a água vermelha do sistema Rio Grande, que faz parte da represa Billings, a Sabesp reduziu a vazão de água para Santo André, e, por isso, “o fornecimento está temporariamente fora do normal em alguns locais”.

Fonte: G1

Últimas Notícias:
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »
Lei do Bem Cagece

Lei do Bem: Cagece alcança R$ 3,6 milhões em benefícios fiscais através de investimentos em projetos de inovação tecnológica

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) é pioneira no Ceará em aliar os investimentos em projetos de inovação tecnológica e transformá-los em benefícios fiscais. Por meio da chamada “Lei do Bem” (nº 11.196/2005), a companhia conseguiu rastrear e inserir junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação um total de R$ 17 milhões, aportados em projetos de inovação nos últimos três anos, rendendo um retorno total de R$ 3,6 milhões em benefícios.  

Leia mais »
Política de Gerenciamento Resíduos Sólidos

Política de gerenciamento de resíduos sólidos em instituições públicas

O presente estudo aborda a problemática ambiental da geração de resíduos sólidos e a inadequação do gerenciamento destes nas instituições públicas. Considerando as limitações das opções de destinação final para os resíduos, é imprescindível minimizar as quantidades utilizadas dentro destas organizações por meio da redução, reutilização e reciclagem. Diante da Política Nacional de Resíduos Sólidos e em consonância com a agenda 2030, busca-se contribuir e apontar caminhos para o enfrentamento da grave questão.

Leia mais »