saneamento basico
Problemas Saneamento Básico

Alarmante: quase metade das moradias no Brasil possuem problemas de saneamento básico

Problemas Saneamento Básico

Por: Helena Serpa

Saneamento básico, que engloba o acesso a água potável, coleta e tratamento de esgoto, manejo de resíduos sólidos e drenagem de águas pluviais, é algo crucial para o desenvolvimento socio-econômico de um país.

No Brasil, a situação está muito distante do que seria considerado ideal. De acordo com dados recentes do estudo realizado pelo Instituto Trata Brasil quatro milhões de brasileiros não possuem banheiro em suas residências.

O saneamento inadequado não impacta apenas a dignidade dos indivíduos, mas também a saúde pública. Os que moram em residências sem acesso a saneamento básico têm maior probabilidade de contrair infecções gastrointestinais agudas e doenças causadas por inseto vetor, como a dengue. As despesas com internações causadas por doenças de veiculação hídrica atingem R$ 55 milhões ao ano.

Não é ‘apenas’ uma questão de saúde

Quase metade das residências brasileiras, cerca de 46,3%, carece de saneamento básico, gerando repercussões sociais, econômicas e de saúde pública. Além dos efeitos na saúde, a falta de saneamento prejudica a educação, com uma diferença significativa na média de anos de estudo entre aqueles com acesso e os sem acesso ao saneamento básico.

Dessa maneira, o saneamento básico também afeta a economia brasileira. Isso ocorre, pois as famílias cujas casas têm acesso ao saneamento têm uma renda média seis vezes maior, comparado àquelas em locais sem saneamento. No setor de turismo, a falta de saneamento, especialmente nas praias, causa prejuízos significativos.

Desigualdade agravada pela falta de saneamento básico

Como se não fosse suficiente, a falta de acesso a saneamento também aprofunda desigualdades sociais, especialmente entre gêneros e etnias. Quem arca com o prejuízo da falta de saneamento é, de acordo com a pesquisa do Instituto Trata, uma população mais vulnerável, com ensino fundamental incompleto, jovem, com grande número de filhos e, em grande parte, pessoas pretas e pardas.

Apesar de todo esse cenário desafiador, é possível reverter a situação. O Novo Marco Legal do Saneamento, sancionado em 2020, prevê que, até 2033, o Brasil fornecerá água para 99% da população e coleta e tratamento de esgoto para 90%. No entanto, ainda estamos longe de alcançar essas metas e as chances de universalização variam muito de acordo com a região do país.

Fonte: Seu Crédito Digital

Últimas Notícias:
Projetos IoT Áreas Remotas

Desafios de Conectividade em Projetos de IoT em Áreas Remotas

No mundo da Internet das Coisas (IoT), a conectividade é a espinha dorsal que permite a comunicação entre dispositivos e a coleta de dados em tempo real. Entretanto, em áreas remotas, onde a infraestrutura de rede de dados é escassa ou inexistente, estabelecer uma conexão confiável pode ser um desafio significativo.

Leia mais »