saneamento basico
Serviços de saneamento em MS

Com a ampliação de rede de esgoto, Capital segue para a universalização dos serviços de saneamento em MS

Serviços de saneamento em MS

Em suma o acesso aos serviços de saneamento tem como objetivo levar saúde e qualidade de vida para dentro da casa da população.

Esta é uma das principais metas da Águas Guariroba em Campo Grande, que hoje conta com mais de 83% de cobertura de esgoto.

Tudo isso graças aos investimentos em ações como o Sanear Morena, iniciado em 2006, quando a rede de esgoto chegava a 29% da cidade.

Então em 2023, A Águas Guariroba deu início ao Programa Campo Grande Saneada, considerado o maior programa de saneamento da cidade já realizado pela concessionária que busca ampliar a cobertura da rede de esgoto, caminhando para a universalização dos serviços em Campo Grande.

Desde o início do ano o programa já conta com mais de 179 km de rede de esgoto implantados com ações em mais de 10 bairros da cidade, seguindo o cronograma da concessionária e do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do município e é uma das maiores ações da concessionária no ano de 2023.

Contudo as ações do Campo Grande Saneada seguem com frentes de trabalho nas regiões dos bairros:

  • Lageado,
  • Popular,
  • Los Angeles,
  • Coophavilla II,
  • North Park,
  • Nova Lima,
  • Moreninhas,
  • Tiradentes,
  • Panamá.

LEIA TAMBÉM: Comissão vai debater privatização da empresa de saneamento de São Paulo

Ampliação de rede nos bairros

O acesso aos serviços de saneamento vem sendo um grande alívio para moradores dos bairros de Campo Grande que estão recebendo as obras do programa.

Então um dos exemplos está na região das Moreninhas, onde estão previstos mais de 7 mil metros de rede de esgoto e cerca de mil ligações.

Portanto nesta semana moradores da região acompanharam as ações das equipes de implantação e destacaram a chegada da rede de esgoto.

Moradora há mais de nove anos na região das Moreninhas IV, a técnica de enfermagem Maria Aparecida Lopes, a Cida, celebrou a chegada da rede de esgoto como uma grande conquista para a os moradores e também com melhoria na saúde da região.

“É muito importante a chegada da rede em nossa região, principalmente por fazer frente a problemas como a Zika e Chikungunya que são doenças vindas de poças e água parada. Temos muitas fossas antigas, com o acúmulo de chuvas vai enchendo e se torna um perigo grande para as pessoas. É uma espera de muitos anos e que agora traz conforto e qualidade em saúde para os moradores da região do Moreninhas IV.”, disse Cida.

Saneamento para comunidades indígenas

Em conclusão na comunidade Novo Dia, região do bairro Santa Mônica, uma área ocupada por famílias indígenas há quase 10 anos, as obras do Programa Campo Grande Saneada beneficiarão cerca de 130 famílias, 250 pessoas.

De acordo com o cacique da aldeia Novo Dia, Josivaldo Delfino, as obras têm trazido dignidade e esperança aos indígenas. “Temos água boa para beber e agora também o esgoto. Não imaginávamos que isso chegaria para a gente. Antes não entendiamos muito bem, mas hoje isso é motivo de orgulho, porque sabemos que preserva o meio ambiente e não polui os rios e igarapés. Nós respeitamos muito a natureza, porque dependemos dela para viver e hoje a gente entende o quanto o esgoto é importante”, comemora Josivaldo.

“Esse programa está diretamente voltado a ampliarmos a cobertura da rede de esgoto em Campo Grande, que hoje ultrapassa os 80%. Estamos caminhando em direção à universalização destes serviços, por isso, mesmo as regiões mais afastadas do Centro da cidade estão sendo contempladas e beneficiadas com saneamento básico. E, claro, as comunidades indígenas estão entre nossas prioridades”, destaca o diretor-executivo da Águas Guariroba, Gabriel Buim.

Fonte: Capivara News.

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »