saneamento basico
Poluição na Lagoa da Conceição

São José: obras avançam para tornar tratamento de esgoto em Potecas mais moderno

Tratamento de Esgoto em São José

A obra da nova Estação de Tratamento de Esgoto de Potecas segue em ritmo acelerado, com o primeiro tanque de aeração já mostrando sua estrutura. Na última semana, uma nova concretagem envolveu 70 caminhões betoneira para depositar 664 metros cúbicos de concreto na base.

A meta da CASAN é concluir até janeiro a laje de fundo do primeiro tanque.

Então serão ao todo quatro tanques, sendo três construídos na primeira etapa da obra. Cada um terá aproximadamente 4,7 mil metros quadrados, equivalente ao tamanho de meio campo de futebol. Nesses tanques, equipamentos fornecerão oxigênio ao esgoto, estimulando a depuração por meio de bactérias que se alimentam da matéria orgânica.

“Ainda que pareça uma área grande, é bem menor do que a das atuais lagoas de estabilização, pois teremos uma tecnologia muito mais eficaz e moderna para tratamento do esgoto”, explica o engenheiro da CASAN Antônio Alexandre Martins.

Contudo a nova ETE Potecas terá capacidade de vazão média de 600 l/s na primeira etapa, cerca de 42% a mais do que a atual unidade com sistema de lagoas de estabilização, onde ocorre o tratamento biológico, o que acaba causando mau cheiro.

Tratamento de Esgoto em São José

Portanto a tecnologia de lodos ativados por aeração prolongada, a nova ETE permitirá maior controle de odor e remoção complementar de fósforo. Com isso, vai garantir tratamento mais completo para o efluente final.

“A principal vantagem do novo sistema está na capacidade de depurar uma carga mais elevada de esgoto em menor espaço físico, resultando em um tratamento mais rápido e eficiente do efluente. Além disso, a Nova ETE terá dois biofiltros que contribuirão com a redução do odor emitido no processo de tratamento, trazendo uma maior qualidade de vida para a população”, explica a engenheira ambiental Larissa de Andrade Gonçalves, que atua nos programas ambientais das obras.

Com o investimento previsto de R$270 milhões, a nova ETE Potecas vai atender uma população de 328.494 habitantes na primeira etapa, podendo chegar a 437.992 com sua ampliação.

Fonte: SC.

Últimas Notícias:
Descarte Correto de Resíduos

Saiba como descartar resíduos corretamente e evitar doenças como a dengue

Além de crime ambiental, o descarte irregular de resíduos sólidos traz diversos prejuízos ao meio ambiente e à população. Estes pontos se tornam ambientes propícios para a proliferação de vetores de doenças, levando às situações de alagamentos em período de chuva, comprometendo a qualidade do ambiente e da paisagem do local, além de gerar o aumento dos custos públicos com a remoção do material descartado de forma incorreta e também dos gastos com saúde pública.

Leia mais »
Contrato Sabesp Vale do Paraíba

Novo contrato da Sabesp prevê aporte de R$ 18,6 bilhões no Vale do Paraíba até 2060

Atualmente em consulta pública, o novo contrato da Sabesp encontra-se em processo de desestatização, proposto pelo governo do estado de São Paulo. Os investimentos estão previstos em R$ 18,6 bilhões até o ano de 2060, no Vale do Paraíba e Litoral Norte. Cerca de R$ 5 bilhões serão destinados à universalização do saneamento básico nas 28 cidades atendidas pela Sabesp na região até 2029. As obras que pretendem levar água potável, coleta e tratamento de esgoto para toda a população, foram definidas com as prefeituras.

Leia mais »
Dmae Fumaça Ligações Irregulares

Dmae de Uberlândia/MG vai iniciar testes de fumaça para identificar ligações irregulares de esgoto

A partir da próxima segunda-feira (4), o Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae) iniciará testes de fumaça para detectar ligações irregulares na rede de esgoto do município. O primeiro bairro atendido será a região do bairro Pampulha. O local em questão foi escolhido para iniciar os trabalhos devido ao grande número de chamados para desobstrução de rede, especialmente em período de chuva. Futuramente, outros bairros da cidade receberam os mesmos testes.

Leia mais »
Manejo de Resíduos Biometano Brasileiro

Ao custo global de R$ 3,1 tri, manejo de resíduos pode virar negócio, como o biometano brasileiro

Segundo alerta feito pela ONU nesta quarta-feira, 28, o volume de resíduos no mundo, que atingiu 2,3 bilhões de toneladas em 2023, continuará crescendo exponencialmente, até 3,8 bilhões de toneladas até meados deste século. A crise será ainda mais grave nos países onde os métodos de tratamento ainda são poluentes: aterros sanitários (contaminação do solo, emissões de poluentes e gases de efeito estufa, como o metano) e incineração sem recuperação.

Leia mais »
Sanasa Campinas Saneamento Básico

Campinas tem saneamento superior à média nacional

Dados do “Censo 2022: Características dos domicílios – Resultados do universo”, publicados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) confirmam a elevação dos indicadores de moradores com acesso ao saneamento básico em Campinas.

Leia mais »