saneamento basico
Concessionárias de Saneamento Balanço

Concessionárias de saneamento apresentam balanço de 2023 à Câmara do Rio

Concessionárias de Saneamento Balanço

Primeiramente o balanço anual das concessionárias Iguá Saneamento e Águas do Rio foi apresentado na manhã da terça-feira (21) ao legislativo municipal, durante uma reunião na Sala de Comissões da Câmara do Rio.

O encontro foi promovido pela Comissão Especial com a finalidade de fiscalizar os serviços das vencedoras do leilão da Cedae, presidida pelo vereador Prof. Célio Lupparelli (PSD).

Primeira a ter o saldo de 2023 apresentado, a Águas do Rio, concessionária responsável pela distribuição de água em 124 bairros nas zonas Norte, Sul e Central, teve um ano focado na realização de obras pela cidade. De acordo com o superintendente Sinval Andrade, as principais intervenções foram a reforma de 92 reservatórios em operação em diferentes comunidades do município; a implementação de uma Estação Elevatória de Água Tratada (EEAT) em Anchieta, beneficiando mais de 50 mil moradores do bairro e do entorno, além de aprimoramentos em diversas EEATs; e o aumento e reforma nas redes de esgotos de bairros como Acari, Rocinha, Sampaio, Ramos, Penha, Inhaúma, entre outros.

“Estamos realizando diversas obras pela cidade, algumas delas bem pequenas, mas que levam água pela primeira vez para muitas pessoas, e isso é extremamente importante para nós”, afirmou Andrade.

Além das obras, o superintendente também chamou atenção para os resultados obtidos pela concessionária, como a diminuição em 92% da poluição das águas desde 2018, com base em dados do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), e o alcance de 75% no índice de balneabilidade nas praias de junho até outubro deste ano nos boletins do órgão.

Iguá Saneamento

Ainda responsável pela distribuição de água nas regiões de Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepaguá, a Iguá Saneamento teve como foco para este ano a segurança operacional e a melhoria no atendimento ao cliente, segundo a gerente institucional da empresa, Rosely Cabral. “Temos como meta ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil, levando água de qualidade para toda a população”, sublinhou.

De acordo com ela, as principais investimentos da empresa para este ano foram na expansão da rede de água e esgoto em áreas irregulares não urbanizadas, que contou com uma aplicação de R$ 305 milhões; revitalização dos complexos de lagoas da Barra da Tijuca e Jacarepaguá — com R$ 250 milhões; implantação de coletores de tempo seco (CTS), — com um orçamento de R$ 126 milhões —, que irão contribuir para que o esgoto despejado irregularmente na rede pluvial não chegue aos corpos hídricos; implementação de 537 km de redes coletoras de esgoto; e a revitalização da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Barra da Tijuca e de 96 estações elevatórias.

Concessionárias de Saneamento Balanço

Em suma dentre as ações destacadas pela concessionária, estão a realização, junto da Águas do Rio, da primeira manutenção do emissário submarino desde a sua construção, em 2008; o aumento de 30% no volume de esgoto tratado no ETE Barra e a destinação de todo o lodo recolhido para a produção de adubo; recuperação de 2km da rede coletora de esgoto da Av. Dulcídio Cardoso; melhorias no atendimento a clientes com recadastramento, reforma de lojas e digitalização; a retirada de 150 toneladas de resíduos das lagoas e a plantação de 20 mil mudas de Mangue Vermelho, que ajuda a filtrar a água contaminada pelo despejo de esgoto.

Contudo a empresa ressaltou ainda que recentemente conseguiu licença ambiental para a realização da dragagem no complexo de lagoas de Jacarepaguá, prevista para começar no início de 2024. As obras terão como objetivo a retirada de sedimento, que impacta diretamente no fluxo e na qualidade d’água, e fazem parte do projeto de revitalização lagunar.

Portanto as apresentações foram elogiadas pelo presidente da comissão, que se mostrou contente com o balanço apresentado por ambas as concessionárias. “Fiquei muito feliz com o que foi mostrado hoje.  Só temos a agradecer pelo trabalho que vocês vêm fazendo no tratamento de água, que é essencial para a população carioca”, sublinhou o vereador Célio Lupparelli.

Também participou do encontro a vereadora Rosa Fernandes (PSC).

Na quarta-feira (22) a comissão receberá ainda as concessionárias Rio Mais Saneamento e Zona Oeste Mais Saneamento.

Fonte: CR.

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »