saneamento basico
Estratégia ESG Grupo Boticário

Estratégia ESG consistente faz do Grupo Boticário a 3ª empresa de beleza mais sustentável do mundo

Estratégia ESG Grupo Boticário

Primeiramente, os esforços do Grupo Boticário na construção de um negócio mais sustentável têm sido reconhecidos não só dentro como fora do Brasil. Em dezembro de 2023, o Grupo pulou da 6ª para a 3ª posição de empresa de beleza mais sustentável do mundo pelo Dow Jones Sustainability Index.

O índice leva em conta a performance ESG de empresas em relação a seus pares do setor por meio da Avaliação Global de Sustentabilidade Corporativa. E envolve mais de 9.400 empresas em todo o mundo, divididas em 62 categorias.

Assim sendo, além de figurar pelo quarto ano consecutivo no ranking, o Grupo – dono das marcas O Boticário, Eudora, Quem Disse, Berenice?, Vult, O.U.i, Dr. JONES, Tô.que.tô, Truss, e do marketplace Beleza na Web – avançou da sexta para a terceira posição. E recebeu nota 77, em uma escala de 0 a 100.

No último dia 7 de fevereiro, a companhia também foi reconhecida pelo S&P Global Sustainability Yearbook 2024. Anuário de sustentabilidade da S&P Global, que considera o ranking da Dow Jones em suas métricas para eleger os negócios mais sustentáveis do mundo.

Há dois anos, a empresa aparecia como membro do anuário. Hoje ela faz parte do Yearbook 2024 e compõe o seleto grupo de empresas mais sustentáveis no segmento de produtos de uso pessoal. O anuário analisou mais de 16,5 milhões de dados.

O S&P Global Sustainability Yearbook 2024 abastece investidores de longo prazo e líderes empresariais com informações sobre o desempenho das corporações em relação a um conjunto de métricas ESG das principais companhias do mundo.

Esses resultados são medidos a partir da Avaliação de Sustentabilidade Corporativa da S&P Global, ou CSA. Que também é a base para o ranking do DJSI.

O índice da Dow Jones considera a atuação da empresa em temas como governança corporativa, gestão de riscos, ética, diversidade na cadeia de valor, estratégia climática, sustentabilidade em produtos e embalagens e direitos humanos, entre outros.

Para disputar o ranking e responder ao questionário, o índice Dow Jones convida as 2.500 maiores empresas listadas no S&P Global Broad Market Index (BMI). E, delas, seleciona as que alcançam ao menos 45% de pontuação no S&P Global CSA (na sigla em inglês, avaliação de sustentabilidade corporativa).

Portanto, além do questionário respondido pela empresa postulante, o índice leva em conta informações públicas e programas de modelagem de dados.

Colhendo frutos

Dessa maneira, os resultados refletem uma estratégia que faz do ESG um tema transversal ao negócio. Esse posicionamento foi intensificado a partir de 2021, quando o Grupo Boticário firmou uma série de Compromissos para o Futuro para serem alcançados ao longo desta década.

Então, todas as áreas do Grupo participam desse esforço (da agenda ESG) com iniciativas, objetivos e metas próprias. Que integram o planejamento estratégico e contribuem para a definição dos indicadores de remuneração variável.

Uma das estratégias do Grupo para envolver todos os níveis nesse planejamento foi a mudança feita pela empresa em 2021. Que fez com que a remuneração variável dos executivos fosse atrelada às metas ESG.

“Por mais feliz que fiquemos com nosso reconhecimento no ranking, gosto de dizer que o maior ouro vem de saber que estamos no caminho certo, numa jornada de consistência, aprendizado e evolução”, afirma Meyer, adiantando que o novo Relatório ESG da companhia, previsto para maio, deve detalhar esse processo.

Reutilizar e reduzir 

Em suma, os reconhecimentos internacionais obtidos pelo Grupo reforçam o impacto que os programas como o Empreendedoras da Beleza, o Estação Preço de Fábrica e o Boti Recicla têm sobre o negócio da companhia.

A área mais bem avaliada pelo índice Dow Jones foi a ambiental, com nota 82, enquanto a média do setor foi de 32. O pilar social recebeu nota 79 e a governança, 71 (o máximo alcançado por uma empresa no ranking do setor foi 76).

O programa Estação Preço de Fábrica tem como objetivo contribuir para a estruturação da cadeia de reciclagem, principalmente de papel e vidro. O projeto tem o potencial de impulsionar a coleta por cooperativas já que tradicionalmente não privilegiam o material pela dificuldade de transporte e pouco acesso aos compradores.

Dessa maneira, entre 2021 e 2023 foram coletadas 1,5 tonelada de resíduos pós consumo, num trabalho que beneficiou direta e indiretamente quase 6 mil famílias.

Estratégia ESG Grupo Boticário

O Boti Recicla é o maior programa de recolhimento de embalagens pós-consumo do Brasil, no segmento de beleza, com 4.500 pontos de coleta. O consumidor pode devolver para reciclagem não apenas as embalagens das marcas do grupo mas também as de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumaria de qualquer marca.

Mesmo com o sucesso do programa, a empresa tem focado esforços em poupar recursos no início do processo fabril para reduzir o impacto de seus produtos desde a origem. Reciclar é bom, mas reduzir é ainda melhor.

Já o programa Empreendedoras da Beleza tem como principal objetivo reduzir a situação de vulnerabilidade de milhares de mulheres brasileiras. Desenvolvido em parceria com organizações não governamentais e entidades comunitárias, o Empreendedoras oferece cursos e capacitações online nas áreas de Vendas, Desenvolvimento Pessoal, Empreendedorismo, Unhas e Alongamento de unhas, Maquiagem básica e avançada, além de Penteado.

Contudo, em 2023, cerca de 31 mil pessoas haviam sido capacitadas; 57% declaram que tiveram melhoria de renda a partir da aplicação dos conhecimentos dos cursos.

Engajamento da cadeia

Para este ano, também está entre os principais desafios do Grupo a consolidação do ESG para a cadeia produtiva através do engajamento de fornecedores.

Em conclusão, hoje, o Grupo Boticário tem um programa de avaliação e desenvolvimento de parceiros cuja governança em ESG tem 10% de peso na avaliação. E 100% dos fornecedores estratégicos são avaliados sob essa ótica.

“Queremos dedicar cada vez mais atenção a este tema. Temos que evoluir a cadeia de fornecedores na mesma velocidade com que temos sido reconhecidos pelas nossas práticas. É bom para nós, é bom para a indústria de produtos de beleza como um todo. No ESG, a gente tem sempre um olhar para a coletividade”, diz Meyer.

Fonte: Reset

Últimas Notícias:
Gerenciando Montanhas Lodo

Gerenciando Montanhas de Lodo: O que Pequim Pode Aprender com o Brasil

As lutas do Rio com lodo ilustram graficamente os problemas de água, energia e resíduos interligados que enfrentam as cidades em expansão do mundo, que já possuem mais de metade da humanidade. À medida que essas cidades continuam a crescer, elas gerarão um aumento de 55% na demanda global por água até 2050 e enfatizam a capacidade dos sistemas de gerenciamento de águas residuais.

Leia mais »