saneamento basico

Conferência sobre inovação no saneamento básico ocorre em Salto

A Companhia Nacional de Saneamento (CONASA) promove em Salto, nos dias 11 e 12 de fevereiro, a 2ª edição da Conferência sobre Inovações e Desafios do Saneamento Básico. O evento acontece na Sala Palma de Ouro (Rua Prudente de Moraes, nº 580, Centro) e terá quatro palestrantes, entre eles Marina Silva, presidente do Instituto Marina Silva, que falará sobre “Sustentabilidade Socioambiental e Desenvolvimento”.

A primeira Conferência aconteceu em agosto de 2013 em Itapema (SC), reunindo cerca de 500 pessoas em torno da discussão e apresentação de propostas para a bacia hidrográfica da Costa Esmeralda. Nesta segunda edição, a Conferência vai focar o saneamento no Rio Tietê, responsável pela bacia hidrográfica mais populosa do país.

O evento começa com uma palestra de Luiz Eduardo Cheida, Secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, no dia 11, às 20 horas, sobre “Saneamento Básico e Meio Ambiente”. A Conferência será aberta oficialmente às 19h30 com o credenciamento dos participantes iniciando às 18 horas.

No dia 12, estão programadas palestras de Marina Silva, às 9 horas; com Dan Robson, ecoesportista e responsável pelo projeto Flutuador no Rio Tietê para a Rede Globo sobre o tema “Águas do Amanhã – Rio Tietê” às 11 horas; e com Édison Carlos, presidente do Instituto Trata Brasil sobre “Saneamento, Educação, Trabalho e Turismo” às 14h15.

Das 15h30 às 18 horas acontece a Mesa Redonda sobre “Inovações e Desafios do Saneamento do Rio Tietê” coordenada por Édison Carlos, presidente do Instituto Trata Brasil. O evento é aberto ao público com inscrições gratuitas que devem ser feitas antecipadamente pelo site www.conferenciaconasa.com.br.

Fonte: Abcon
Veja mais: http://www.abcon.com.br/impr_01.php?catId=15&contId=940

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »