saneamento basico

Ciclista cria bike elétrica movida a energia solar

Adaptada para receber auxílio elétrico, a Solar-Cross é uma bicicleta de alto desempenho abastecida por painéis fotovoltaicos instalados em sua própria estrutura. Idealizado pelo ciclista Terry Hope, o equipamento produz energia quase incessantemente – desde que a bike estteja estacionada ou em percurso ao ar livre, recebendo os raios solares. Segundo informou o criador da Solar-Cross, o equipamento dá auxílio para que o ciclista alcance uma velocidade máxima de 50 km/h.

Hope inseriu os painéis solares em sua Specialized FSR Extreme 1998, que tem alto desempenho para a modalidade motocross. Segundo publicou o site Ecología Hoy, o valor do sistema fotovoltaico não ultrapassou 200 dólares – preço acessível se comparado com a maior parte dos painéis solares comercializados no mercado – mas, como se trata de um primeiro modelo, o veículo não deverá ser vendido, mas servir de inspiração para a indústria de bicicletas elétricas.

Sem se apropriar das baterias convencionais, a bike inovadora também inspira novas aplicações para o equipamento fotovoltaico, cada vez mais presente em diferentes soluções de tecnologia – como veículos, carregadores de gadgets e até eletrodomésticos. No entanto, o posicionamento das placas solares na bicicleta pode acabar estranhando os ciclistas.

Entre as novidades apresentadas para agregar mais sustentabilidade às bicicletas, também ganha destaque a criação do britânico Matt Hope: o designer montou um sistema que utiliza as pedaladas dos ciclistas para mover um filtro, que purifica o ar poluído ao redor da bike. A solução foi criada para incentivar os habitantes da capital chinesa a andarem de bicicleta da maneira mais saudável possível, já que pedalar por lugares muito poluídos pode acabar comprometendo o desempenho do corpo.

Fonte: CicloVivo
Veja mais: http://ciclovivo.com.br/noticia/ciclista-cria-bike-eletrica-movida-a-energia-solar

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »