saneamento basico

SUEZ multiplica coleta e transporte fluvial de resíduos em grandes centros urbanos

Atenta às necessidades de gestão e valorização de resíduos de grandes cidades francesas, a SUEZ transporta resíduo urbano pelos rios reduzindo o tráfego e a poluição

Uma alternativa de transporte de resíduos urbanos nas grandes cidades dotadas de rios navegáveis vem sendo testada pela SUEZ desde 2007 em várias regiões da França. No modelo desenvolvido pela SUEZ, foi possível estabelecer novos pontos de coleta e desenvolver o transporte fluvial, permitindo a criação de novos empregos, reduzindo o trânsito e a poluição atmosférica em grandes cidades, tais como Paris, Bordeaux e Lyon. Isso porque cada comboio fluvial (2 barcaças) transporta, em média, 5 mil toneladas, o mesmo volume que transportariam cinco trens ou 250 caminhões. Com a vantagem que o transporte fluvial consome 3,7 vezes menos combustível do que os caminhões e polui 4 vezes menos o ar.

Esse modo de transporte ecológico faz parte da estratégia de desenvolvimento sustentável adotada pela SUEZ.

  • Entre as experiências da SUEZ nesse âmbito está o recém inaugurado River’tri, um centro de reciclagem móvel, que oferece aos moradores do centro da cidade de Lyon, um serviço semanal de coleta de resíduos – móveis grandes, metais, têxteis, aparelhos eletroeletrônicos etc. Esse serviço evita o tráfego de 16 caminhões no centro de Lyon e criou seis novos empregos.
  • Em Bordeaux, a SUEZ realizou um conjunto de testes com barcaças de resíduos recicláveis e de vidro a partir das embarcações fluviais e marítimas ancoradas no Porto da Lua. A coleta e transporte dos resíduos pelo Rio Garonne para o local de tratamento em Bègles atendem a uma dupla preocupação: ambiental e de segurança da comunidade urbana de Bordeaux, uma vez que as atividades de cruzeiro fluvial e de turismo teve um forte crescimento no Porto da Lua.
  • Em Île-de-France, a hidrovia é uma das respostas que a SUEZ oferece aos moradores da Grand Paris. SUEZ faz o fretamento e transporte fluvial de resíduos, incluindo resíduos de construção, domésticos e de resíduos industriais não perigosos, utilizando todas as vias navegáveis da bacia de Paris. Esses resíduos são levados diariamente para Le Havre para serem reciclados.

De acordo com Philippe Maillard, diretor geral de Reciclagem e Valorização da SUEZ na França, “o transporte fluvial de resíduos é uma solução promissora porque respeita o meio ambiente, está perfeitamente integrado ao espaço urbano e é conveniente para os moradores.” Para Maillard, essa solução se encaixa na ambição da SUEZ de desenvolver a economia circular: “É um transporte alternativo para uma gestão mais responsável dos resíduos.”

Até hoje, a SUEZ já transportou cerca de 1,7 milhão de toneladas de resíduos por via fluvial aproveitando as vantagens logísticas dos territórios densos, atravessados por cursos de água. O transporte fluvial é uma alternativa para ajudar os centros urbanos a desenvolverem a reciclagem de resíduos com baixo consumo de energia, uma solução inovadora para as cidades sustentáveis do futuro.

Sobre a SUEZ

Estamos no início da revolução dos recursos. Com o aumento da população mundial, a crescente urbanização e da escassez dos recursos naturais, economizar, otimizar e alavancar recursos é essencial para o nosso futuro. A SUEZ abastece 92 milhões de pessoas com água potável nos cinco continentes, atende 65 milhões de habitantes com serviços de saneamento. Trata 16 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano e produz 7 TWh de energia local e renovável. Com quase 83 mil empregados, a SUEZ é um jogador-chave da economia circular para a gestão sustentável dos recursos. Nossa missão é ajudar nossos clientes a aumentar a produção de água potável, superar o desafio da escassez, aumentar a proteção do ambiente e cumprir os requisitos legais. Em 2016, a SUEZ gerou uma receita de € 15,3 bilhões.

Últimas Notícias:
Secagem Solar Lodo

Secagem Solar de Lodo

Na grande maioria das estações de tratamento de esgoto (ETEs), o lodo biológico é o resíduo sólido gerado em maior quantidade, sendo responsável por um dos maiores custos operacionais, devido principalmente aos serviços de transporte e destinação do material.

Leia mais »