saneamento basico

Determinação de áreas impermeáveis por meio de ferramentas de geoprocessamento

 

Resumo

O processo de urbanização acelerado das cidades associado à falta de planejamento por parte do poder público pode gerar impactos ambientais, sociais e econômicos significativos. Devido à esse crescimento urbano, a impermeabilização do solo surge como um dos principais fatores associados a esses impactos, tornando-se inclusive um indicador não só do grau de urbanização, mas também de qualidade ambiental. A cidade de Goiânia foi planejada inicialmente para 50 mil habitantes, no entanto, hoje compreende mais de 1,2 milhões de habitantes. Diante disso, torna-se justificável determinar o percentual de áreas impermeabilizadas do perímetro urbano da cidade de Goiânia, estado de Goiás, Brasil, assim como, determinar a qualidade da drenagem nos setores censitários, gerando um produto que subsidiar a tomada de decisão por parte dos gestores públicos. Para tanto, utilizou-se a técnica de classificação orientada a objeto implementada no software gratuito InterImage. O mapa de qualidade de drenagem foi gerado por meio do cruzamento das áreas impermeabilizadas, o mapa de índice de umidade (TWI) e os dados de acesso a equipamentos de microdrenagem. O resultado da classificação final ficou com índice Kappa 85%, considerado excelente. As regiões da área de estudo com maiores índices de impermeabilização foram: central e sul com 73 e 71%, respectivamente. As demais regiões apresentaram índices de impermeabilização próximos a 50%. Deve-se, no entanto, destacar a região norte que se encontra 35% urbanizada sendo que de acordo com a carta de risco de Goiânia essa região deveria ser preservada. Em relação ao software InterImage deve-se apontar a limitação do mesmo em relação a quantidade máxima de pixel que o mesmo consegue processar. O mapa de qualidade de drenagem urbana gerado, identificou-se que aproximadamente 70% da área de estudo encontra-se como muito desfavorável e desfavorável, fato esse diretamente relacionado ao alto grau de impermeabilização atual da área de estudo.

Autor: PEDRO AUGUSTO GONZAGA MOREIRA.

LEIA ESSE ARTIGO NA ÍNTEGRA

Últimas Notícias:
Secagem Solar Lodo

Secagem Solar de Lodo

Na grande maioria das estações de tratamento de esgoto (ETEs), o lodo biológico é o resíduo sólido gerado em maior quantidade, sendo responsável por um dos maiores custos operacionais, devido principalmente aos serviços de transporte e destinação do material.

Leia mais »