saneamento basico

Identificação dos impactos socioambientais decorrentes da implantação da estação de tratamento de esgoto no Semiárido Paraibano

 

Resumo

A presente pesquisa se propõe identificar os impactos positivos e/ou negativos decorrentes da implantação de uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) sob a perspectiva da comunidade circunvizinha no município de Sumé, Paraíba. Para tanto, a ETE foi escolhida por possuir relevância no cenário social/local, uma vez que esse empreendimento tem o potencial de geração de impactos no âmbito social e ambiental. A área de estudo, foi delimitada considerando-se o raio de 1 km do entorno da ETE, com o intuito de caracterizar o número de residências que compõe a vizinhança. As residências avaliadas encontram-se situadas em diferentes pontos estratégicos, como forma de averiguar a sua influência na concepção dos entrevistados em função do local em que residem. Após a delimitação da área de abrangência do estudo, foi possível aplicar o questionário sob a forma de uma entrevista semiestruturada junto à comunidade do entorno da ETE, a fim de servir de instrumento avaliador da percepção da população acerca dos impactos socioambientais ocasionados por esse empreendimento. Os dados foram tabulados em planilha doExcel 2019® e analisados de forma qualitativa e quantitativa. De acordo com os resultados obtidos, 70% dos entrevistados indicaram que a ETE apresentou impactos negativos, como: aumento da proliferação de insetos, do mau cheiro, além da maior incidência de doenças nas áreas situadas próximas a ETE. Nesse sentido, a implementação da ETE trouxe impactos negativos no âmbito socioambiental, sendo que o grau de proximidade das residências dos entrevistados com relação à ETE foi determinante na classificação desses impactos.

Autores: Rubens Barrichello Gomes Barbosa; Romário de Sousa Almeida; Ana Clara Sampaio Meira; Débora Rafaelly Soares Silva; Luzia Batista Moura e Taciano Pessoa.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

Últimas Notícias:
Secagem Solar Lodo

Secagem Solar de Lodo

Na grande maioria das estações de tratamento de esgoto (ETEs), o lodo biológico é o resíduo sólido gerado em maior quantidade, sendo responsável por um dos maiores custos operacionais, devido principalmente aos serviços de transporte e destinação do material.

Leia mais »