saneamento basico

BioWasserTrack: Inovação na Remoção de Lodo em Estações de Tratamento de Água

BioWasserTrack Remoção de Lodo em ETA

Primeiramente o avançado cenário do tratamento de água, a busca por soluções inovadoras é primordial para garantir o abastecimento de água potável de qualidade.

A Fenasan 2023 trouxe um destaque marcante que merece atenção: o BioWasserTrack, um removedor de lodo submerso desenvolvido pela BIOSIS Saneamento Ambiental.

A apresentação desse equipamento foi conduzida por Nelson Paschoal, químico responsável da empresa, que detalhou como o BioWasserTrack enfrenta um desafio crítico nas estações de tratamento de água: o acúmulo de lodo sedimentado em decantadores. Confira:

BioWasserTrack Remoção de Lodo em ETA

Portanto o lodo sedimentado nos decantadores de água pode causar uma série de problemas, afetando a eficiência do sistema. Vamos destacar os principais desafios que o BioWasserTrack visa superar:

Aumento da capacidade de armazenamento e eficiência operacional:

Contudo o BioWasserTrack opera por sucção, eliminando o acúmulo de lodo no fundo dos decantadores. Isso não apenas mantém a capacidade de armazenamento em níveis máximos, mas também proporciona um ambiente mais eficiente para o tratamento da água, reduzindo custos operacionais e evitando a necessidade de esvaziar o tanque manualmente, economizando assim, milhões de litros de água.

SAIBA MAIS SOBRE O PRODUTO

Priorização da saúde dos funcionários:

Além de otimizar o tratamento de água, o BioWasserTrack cuida da saúde dos funcionários. Eliminando a necessidade de contato direto com o lodo, tornando o ambiente de trabalho mais seguro.

Em suma o BioWasserTrack da BIOSIS é uma inovação que promete não apenas aprimorar o processo de tratamento de água, mas também melhorar a saúde dos trabalhadores e reduzir custos operacionais. Com essa solução, o futuro do tratamento de água parece mais promissor, garantindo o fornecimento de água potável de alta qualidade para todos.

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »