saneamento basico

TJMG anula processo licitatório de abastecimento de água em Pará de Minas


Através de um pedido judicial da Empresa Zetta Ambiental Ltda, o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) anulou o resultado do processo licitatório de Concessão dos Serviços de Abastecimento de Água e Esgoto do município de Pará de Minas.

A empresa desclassificada do certame, que foi vencido pela Águas de Pará de Minas em março desse ano alega restrição da concorrência, argumentando que a licitação vetava empresas estrangeiras, impedia vínculos profissionais, além de apresentar critérios próprios de julgamentos das propostas.

O TJMG acatou o pedido esclarecendo que o processo licitatório retirou a possibilidade de competitividade da empresa antes mesmo da apresentação das propostas.

A reportagem do JC Notícias procurou a Águas de Pará de Minas no início da noite dessa quarta-feira (02), para comentar o assunto.  Em resposta, a empresa confirmou que o departamento jurídico do grupo tem conhecimento do caso e irá recorrer da decisão.  Ainda segundo a concessionária, o foco da empresa no momento é o abastecimento de água no município.

imagemNossa reportagem também procurou o prefeito Antônio Júlio de Faria, que confirmou o pedido de anulação da licitação. Segundo ele, o departamento jurídico da prefeitura já está trabalhando para reverter essa situação.

Clique e ouça Antônio Júlio

Antônio Júlio diz estar tranquilo, pois o município já ganhou outras ações em relação ao processo licitatório da água.

Clique e ouça Antônio Júlio

O prefeito de Pará de Minas garante que a população não será prejudicada por causa desse problema.

Clique e ouça Antônio Júlio

A empresa Águas de Pará de Minas, vencedora da licitação assumiu o serviço de abastecimento de água e esgoto do município no dia 17 de abril, entrando no lugar da COPASA, que ficou mais de 35 anos com a Concessão.

Fonte: http://jcnoticias.com.br/postagem?id=166030

Últimas Notícias:
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »