saneamento basico

Sanepar pretende aumentar a tarifa de água e esgoto em 8,17%

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) pretende reajustar a tarifa de água e esgoto em 8,17%, neste ano. O percentual foi definido pelo Conselho Administrativo da Sanepar e, para entrar em vigor, ainda precisa ser aprovado pelo Instituto de Águas do Paraná e homologado pelo governador Beto Richa (PSDB). Até esta segunda-feira (27) não havia data para a avaliação da proposta.

Caso o reajuste seja aprovado, será o terceiro aumento desde Richa assumiu o governo estadual. Em 2013, a correção foi de 6,9%. Entre 2005 e 2010, a tarifa ficou congelada. Atualmente, moradores de Curitiba que consomem até 10 metros cúbicos pagam R$ 43,72, referentes a água e esgoto. Já para as outas cidades atendidas pela Sanepar o valor é de R$ 42,53.

O anúncio do percentual de reajuste foi feito via comunicado para o mercado geral e para os acionistas na quinta-feira (23). O Instituto das Águas do Paraná, que é o ente regulador, tem autonomia para deliberar sobre o reajuste. Ele pode negar ou aprovar um aumento maior ou menor do que o proposto. Se autorizar, após 30 dias, a nova tarifa passa a ser cobrada.

Fonte: G1
Veja mais: http://g1.globo.com/pr/parana/noticia/2014/01/sanepar-pretende-aumentar-tarifa-de-agua-e-esgoto-em-817.html

Últimas Notícias:
Membrana de nanofiltração

Avaliação de uma membrana de nanofiltração para a remoção de antibióticos da água: um estudo de caso com Sulfametoxazol, Norfloxacina e Tetraciclina

Nesse contexto, o presente estudo avalia a nanofiltração, uma tecnologia de membranas filtrantes, na remoção de três antibióticos largamente consumidos (Tetraciclina, Norfloxacina e Sulfametoxazol) da água. Foi empregada a membrana NF270 (DOW – FilmTec), uma membrana de poliamida com massa molecular de corte de 400 Da que foi avaliada em termos de produtividade e capacidade de remoção dos antibióticos.

Leia mais »