saneamento basico
rio-pinheiros

Doria volta a buscar dinheiro para despoluição do rio Pinheiros/SP

Desenvolve SP, instituição financeira do governo, negocia novas captações

A Desenvolve SP diz que está em negociação para captar US$ 75 milhões para o projeto de despoluição do rio Pinheiros com o IFC, braço do Banco Mundial para o setor privado. O banco também espera captar recursos da CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina) e do NDB (Novo Banco de Desenvolvimento, o banco dos Brics).

Se der certo, a nova rodada de captação vai aliviar o receio das empresas que embarcaram no projeto do Pinheiros, amparadas no plano de financiamento do governo Doria para as vencedoras dos editais da Sabesp, com taxas a partir de 0,17% ao mês mais Selic.

Até agora, a Desenvolve SP aprovou quatro operações de crédito para a área no valor total de R$ 84,64 milhões. Outras oito propostas de financiamento estão ainda em fase de análise.

LEIA TAMBÉM: NOVO RIO PINHEIROS: A CORAGEM SE TRANSFORMA EM RESULTADOS

Recuperação Ambiental

A recuperação do Pinheiros é menina dos olhos do governador João Doria na área ambiental e tem potencial de valorização imobiliária do entorno.

A Desenvolve SP diz que os recursos não acabaram. “Estamos captando para ganhar capacidade de alavancagem e liquidez, uma operação normal no mercado. Porque existe uma crise de liquidez na economia mundial e brasileira, e, em São Paulo não é diferente”, afirma em nota.

LEIA TAMBÉM: POR QUE É POSSÍVEL FALAR DO RIO PINHEIROS LIMPO PARA 2022

A instituição diz que ajustou suas políticas de crédito na pandemia por causa da necessidade emergencial de liquidez das pequenas e médias empresas. Segundo a Desenvolve SP, a prioridade tem sido fornecer crédito emergencial na linha de capital de giro.

“Agora, na etapa de recuperação econômica (6 a 12 meses do início da pandemia), estamos empenhados na internalização de recursos para projetos de investimento”, afirma a instituição.

Fonte: Folha UOL.

Últimas Notícias:
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »
Lei do Bem Cagece

Lei do Bem: Cagece alcança R$ 3,6 milhões em benefícios fiscais através de investimentos em projetos de inovação tecnológica

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) é pioneira no Ceará em aliar os investimentos em projetos de inovação tecnológica e transformá-los em benefícios fiscais. Por meio da chamada “Lei do Bem” (nº 11.196/2005), a companhia conseguiu rastrear e inserir junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação um total de R$ 17 milhões, aportados em projetos de inovação nos últimos três anos, rendendo um retorno total de R$ 3,6 milhões em benefícios.  

Leia mais »
Política de Gerenciamento Resíduos Sólidos

Política de gerenciamento de resíduos sólidos em instituições públicas

O presente estudo aborda a problemática ambiental da geração de resíduos sólidos e a inadequação do gerenciamento destes nas instituições públicas. Considerando as limitações das opções de destinação final para os resíduos, é imprescindível minimizar as quantidades utilizadas dentro destas organizações por meio da redução, reutilização e reciclagem. Diante da Política Nacional de Resíduos Sólidos e em consonância com a agenda 2030, busca-se contribuir e apontar caminhos para o enfrentamento da grave questão.

Leia mais »