saneamento basico

Levy pede que empresários ajudem a reduzir consumo de água e energia

O ministro da Fazenda, Joaquim Levy, pediu que os empresários se engajem em uma campanha para fazer a população reduzir o consumo de água e de energia, informou a presidenta do IDV (Instituto de Desenvolvimento do Varejo), Luiza Helena Trajano. Acompanhada de uma comitiva de empresários varejistas, ela reuniu-se por duas horas na tarde de hoje (12) com o ministro da Fazenda.

Segundo a presidenta do IDV, o setor varejista pode contribuir com a economia de energia.

“O ministro falou que podemos ajudar a fazer uma campanha para a população não desperdiçar [energia]. A gente tem uma linha direta com o consumidor. Podemos pedir para eles economizarem energia. Já estamos fazendo isso em São Paulo”, disse Luiza.

A situação da economia e as perspectivas para o consumo em 2015 foram os principais temas do encontro.

Para o IDV, a redução da burocracia é o principal caminho para reduzir os custos dos lojistas e restaurar a confiança dos empresários, em um ano em que o governo corta benefícios fiscais e aumenta tributos.

“Existem pequenas medidas que desburocratizam, diminuem custos e, para o varejo, qualquer diminuição de custo é importante. Vamos montar um comitê para ajudar a simplificar o país”, explicou Luiza Trajano.

Para o vice-presidente do IDV, Flávio Rocha, a melhoria do ambiente de negócios é essencial para aumentar a competitividade da economia brasileira e evitar demissões.

“A complexidade da legislação tributária, de questões ambientais e de defesa do consumidor criam um ambiente que abala a confiança em novos investimentos”, explicou. “O varejo tem feito sua parte, e a década tem sido excepcional [para os lojistas], mas 2014 foi o pior ano da história.”

Na avaliação de Luiza Trajano, o varejo só não vai demitir em 2015 se a confiança na economia se recuperar. Apesar das perspectivas de que o ano terá baixo crescimento e alta inflação, ela disse acreditar que as vendas melhorarão quando os investimentos privados voltarem a crescer.

“A gente concorda que precisa se comunicar mais claramente, tanto o governo quanto nós. A onda de otimismo vai sair na medida em que as coisas começarem a acontecer”, disse a empresária.

Últimas Notícias:

#Comprometimento e Responsabilidade Técnica

Desde o início da criação da Comissão CE.010:105.007 – Comissão de Estudos de Produtos Químicos para Saneamento Básico, Água e Esgoto da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), em março de 2004, atuo como profissional voluntário e imparcial em prol da sociedade brasileira. Esta Comissão faz parte do CB-10, Comitê Brasileiro de Química da ABNT.

Leia mais »
Cagece Rede Esgoto Chuvas

Cagece orienta sobre cuidados com a rede de esgoto durante período chuvoso

Com o início quadra chuvosa em todo o Ceará, os cuidados com as redes de esgoto e de drenagem precisam ser redobrados, e para evitar obstruções, extravasamentos e alagamentos, a Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) orienta que a população faça o uso correto dos dois sistemas. Dentre as principais orientações: não destinar água de chuva e lixo para a rede de esgoto da Cagece.

Leia mais »
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »