saneamento basico

Presidente da Câmara de Joinville arquiva CPI do Esgoto

A CPI, que apurou indícios de irregularidades na recuperação de ruas após obras de esgotamento sanitário na cidade, foi criada em julho de 2013 e deveria ter concluído o trabalho até o último dia 13. Contudo, o relatório final foi entregue à consultoria-geral da Câmara apenas na sexta passada.

O parecer elaborado pelo relator da CPI, James Schroeder (PDT), ainda precisava passar pela análise e votação dos demais integrantes da comissão. A votação estava marcada para a última terça, mas foi reagendada para a próxima quinta.

O presidente da Casa, João Carlos Gonçalves (PMDB), que decidiu pelo arquivamento após reunião com assessores jurídicos e membros da CPI, não quis comentar o assunto. No documento assinado pelo peemedebista, o arquivamento está embasado no artigo 67 do Regimento Interno do Legislativo, que prevê tempo limite para realização e conclusão dos trabalhos da CPI.

Integrante da comissão de inquérito, Manoel Bento (PT) participou da reunião. “Legalmente, o presidente é obrigado a tomar essa providência”, lamentou. Para aproveitar o conteúdo da CPI, Bento vai propor que ele seja trabalhado na Comissão de Urbanismo, a qual ele é presidente. “O trabalho da CPI não vai perder validade. Eu mais do que ninguém estou interessado”, afirmou.

Integrante da CPI, Rodrigo Fachini (PMDB) disse não esperar esse desdobramento. O peemedebista estava preparando sugestões ao relatório final. “Aquele relatório foi feito pelo relator James. Antes de ser votado, os membros da comissão iriam acrescentar informações”, comentou.

A reportagem tentou contatou por telefone com Schroeder, mas não teve retorno às ligações até o fechamento desta edição.

Fonte e Agradecimentos : http://ndonline.com.br/joinville/noticias/147153-cpi-do-esgoto-e-arquivada.html

Últimas Notícias:
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »
Lei do Bem Cagece

Lei do Bem: Cagece alcança R$ 3,6 milhões em benefícios fiscais através de investimentos em projetos de inovação tecnológica

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) é pioneira no Ceará em aliar os investimentos em projetos de inovação tecnológica e transformá-los em benefícios fiscais. Por meio da chamada “Lei do Bem” (nº 11.196/2005), a companhia conseguiu rastrear e inserir junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação um total de R$ 17 milhões, aportados em projetos de inovação nos últimos três anos, rendendo um retorno total de R$ 3,6 milhões em benefícios.  

Leia mais »
Política de Gerenciamento Resíduos Sólidos

Política de gerenciamento de resíduos sólidos em instituições públicas

O presente estudo aborda a problemática ambiental da geração de resíduos sólidos e a inadequação do gerenciamento destes nas instituições públicas. Considerando as limitações das opções de destinação final para os resíduos, é imprescindível minimizar as quantidades utilizadas dentro destas organizações por meio da redução, reutilização e reciclagem. Diante da Política Nacional de Resíduos Sólidos e em consonância com a agenda 2030, busca-se contribuir e apontar caminhos para o enfrentamento da grave questão.

Leia mais »