saneamento basico

Câmara analisa proposta de multar quem joga bituca no chão

Como já diriam as mães, jogar lixo no chão é feio, além de ser falta de educação. Mas, e quando o resíduo em questão é uma bituca de cigarro? Para muitas pessoas, é perdoável descartá-las em qualquer canto da rua. O que não levam em conta é o impacto ambiental do material que leva de cinco a dez anos para se decompor. Um novo projeto quer mudar essa realidade.

Quando uma determinada atitude acarreta prejuízos financeiros o mais óbvio é que haja uma mudança. É dessa forma, cobrando cerca de R$ 100 a quem jogar filtros de cigarro ou similares, como charutos, em vias públicas, que o projeto de Lei (PL 3.259/12) pretende conscientizar a população brasileira.

O texto do deputado Edson Pimenta (PSD-BA) foi aprovado, na última semana, pela Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio. O próximo passo será ganhar o aval das comissões de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, além da Constituição e Justiça e de Cidadania. Aprovadas por estas, o projeto é sancionado pela presidente Dilma Rousseff.

Em geral, o destino desses resíduos são canos de esgotos, rios e praias. No primeiro caso, seu acúmulo em galerias de esgoto pode causar enchentes; nos outros casos, a poluição das águas; e, em ambas as situações, o resultado é o comprometimento da saúde humana, pois na composição dos filtros usados há metais pesados, arsênico e outras substâncias nocivas”, afirmou o deputado.

A proposta ainda obriga comerciantes a disponibilizarem recipientes adequados ao descarte de filtros e as fabricantes deverão fixar cartazes com a determinação da lei nos locais de venda e consumo. Caberá também aos produtos, junto ao governo, desenvolver políticas educacionais voltadas à conscientização.

Fonte: CicloVivo
Veja mais: http://ciclovivo.com.br/noticia/camara-analisa-proposta-de-multar-quem-joga-bituca-no-chao

Últimas Notícias:
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »
Lei do Bem Cagece

Lei do Bem: Cagece alcança R$ 3,6 milhões em benefícios fiscais através de investimentos em projetos de inovação tecnológica

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) é pioneira no Ceará em aliar os investimentos em projetos de inovação tecnológica e transformá-los em benefícios fiscais. Por meio da chamada “Lei do Bem” (nº 11.196/2005), a companhia conseguiu rastrear e inserir junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação um total de R$ 17 milhões, aportados em projetos de inovação nos últimos três anos, rendendo um retorno total de R$ 3,6 milhões em benefícios.  

Leia mais »
Política de Gerenciamento Resíduos Sólidos

Política de gerenciamento de resíduos sólidos em instituições públicas

O presente estudo aborda a problemática ambiental da geração de resíduos sólidos e a inadequação do gerenciamento destes nas instituições públicas. Considerando as limitações das opções de destinação final para os resíduos, é imprescindível minimizar as quantidades utilizadas dentro destas organizações por meio da redução, reutilização e reciclagem. Diante da Política Nacional de Resíduos Sólidos e em consonância com a agenda 2030, busca-se contribuir e apontar caminhos para o enfrentamento da grave questão.

Leia mais »