saneamento basico
Privatização Sabesp Franca

Privatização da Sabesp prevê R$ 385 mi para Franca até 2029; R$ 2,5 bi até 2060

Privatização Sabesp Franca

Por Pedro Baccelli

A Secretaria de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística informou que o contrato de desestatização da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) prevê o investimento de R$ 385,8 milhões no saneamento básico de Franca até 2029.

Valor que salta para R$ 2,5 bilhões até 2060.

O montante será usado para a instalação de usina minigeradora fotovoltaica na área da ETA (Estação de Tratamento de Água) Sul, possibilitando a geração de energia proveniente do sol para atender o espaço, além da melhoria e modernização da ETE (Estação de Tratamento e Esgoto) de Franca.

Estação que recebeu a visita da chefe da pasta, Natália Resende, na terça-feira, 5. A estrutura francana é a única da Sabesp que transforma o lodo em biogás, abastecendo os 40 veículos da frota, proporcionando uma economia de R$ 565 mil. O espaço ainda trata 550 litros de esgoto por segundo.

Também será recuperado o interceptor de esgoto do córrego dos Bagres – estrutura ou canal projetado para coletar e transportar grandes volumes de esgoto e água pluvial de uma área específica para uma estação de tratamento. O coletor tronco, tubulação que e recebe e transporte grandes volumes, do Distrito Industrial será duplicado.

LEIA TAMBÉM: Deputado de SP aciona Justiça e pede suspensão imediata de lei que autoriza privatização da Sabesp

Privatização Sabesp Franca

O planejamento ainda aborda a implantação do SAA (Sistema de Abastecimento de Água) para atendimento de chácaras regularizadas no entorno da cidade de Franca, e a ampliação do Sistema Produtor de Água Sapucaí Mirim.

O governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) realiza audiências públicas pelo estado para ouvir a opinião da população sobre a desestatização da Sabesp. Em Franca, o encontro ocorreu no Teatro Municipal na última terça-feira. O público se manifestou contrário ao projeto.

Apesar na negativa, a secretária já havia adiantado que o planejamento do Estado é finalizar a venda da companhia em “meados deste ano”. A programação ainda conta com audiências em Presidente Prudente, no dia 7 de março; e Lins, no dia 12; além de uma sessão virtual, que será realizada pelo YouTube no dia 14.

Fonte: Sampi.

Últimas Notícias:
Gerenciando Montanhas Lodo

Gerenciando Montanhas de Lodo: O que Pequim Pode Aprender com o Brasil

As lutas do Rio com lodo ilustram graficamente os problemas de água, energia e resíduos interligados que enfrentam as cidades em expansão do mundo, que já possuem mais de metade da humanidade. À medida que essas cidades continuam a crescer, elas gerarão um aumento de 55% na demanda global por água até 2050 e enfatizam a capacidade dos sistemas de gerenciamento de águas residuais.

Leia mais »