saneamento basico

Guia de Compras

Desarenador

Desarenador

O material removido pelo DESARENADOR passa por um CLASSIFICADOR, onde os sólidos são separados e o líquido retorna para o início do tratamento.

Faça sua Cotação Agora

Descrição Completa

Desarenação é um processo preliminar utilizado em Estações de Tratamento de Esgotos, Água e de Efluentes Industriais, com a finalidade de separar materiais sedimentáveis de pequenas dimensões (0,1 a 0,4 mm) presentes no líquido

A remoção desses materiais protege os equipamentos eletromecânicos (bombas, válvulas, aeradores) e impede o depósito em tubos, canais e tanques reatores.

O material removido pelo DESARENADOR passa por um CLASSIFICADOR, onde os sólidos são separados e o líquido retorna para o início do tratamento.

A NAQUA fornece desarenadores em vários modelos.

– DESARENADOR COM ACIONAMENTO CENTRAL modelo RAAC, montado em tanque quadrado com acionamento eletromecânico fixo central, braços giratórios com placas raspadoras que direcionam a areia para um poço periférico com um classificador tipo calha;

– DESARENADOR COM REMOÇÃO DE AREIA POR AIR LIFT modelo DSPR-AL, equipamento móvel por ponte rolante sobre trilhos, montado em tanque retangular, com retirada do material decantado por processo air lift e descarga em canaleta lateral com tremonha e classificador. Esta máquina tem exclusivo sistema de proteção contra descarrilamento da ponte desenvolvido pela NAQUA;

– DESARENADOR COM REMOÇÃO DE AREIA POR BOMBA modelo DSPR-BB, equipamento móvel por ponte rolante sobre trilhos, montado em tanque retangular, com retirada do material decantado por processo de bombeamento e descarga em canaleta lateral com tremonha e classificador. Esta máquina tem exclusivo sistema de proteção contra descarrilamento da ponte desenvolvido pela NAQUA;

Os modelos têm características específicas e vantagens de acordo com a aplicação e exigências do projeto.

 

Vídeos, Artigos e Notícias - Mais Recentes
Mais que projetos, a Agência Estadual de Regulação (AGEMS) tem concretizado realizações com o protagonismo regulatório e o apoio a instituições e municípios na promoção do saneamento inclusivo.
Estabelece os teores máximos de metais que os resíduos utilizados no preparo de combustível derivado de resíduos perigosos poderão conter.
O estado de São Paulo atingiu a meta do Novo Marco Legal do Saneamento Básico de 90% da população coberta com coleta de esgoto, apresentando 90,54% de cobertura. A marca só perde para o Distrito Federal, que tem 92,30% de coleta.
O crescente número do consumo mundial de materiais plásticos, e consequente crescente geração de resíduos, tem aumentado o foco na evolução da economia circular e da gestão sustentável de resíduos.
Uma das iniciativas recém-anunciadas é a produção de tapetes automotivos pela Borkar a partir de retalhos de PVC descartados na fabricação dos bancos dos carros.
O tratamento de efluente industrial proveniente de processos específicos consiste em tratá-lo de modo a adequá-lo às normas e regulamentações vigentes para despejo no corpo receptor (rios) e/ou recuperá-lo de forma usá-lo como água de reúso para diversos fins.