10 de fevereiro de 2014

Chuva artificial? Veja polêmica da técnica já usada no país

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) vai tentar fazer chover no Sistema Cantareira. Não é a primeira vez que o Estado apela para a chuva artificial – e muito menos a primeira investida brasileira. A técnica já foi usada até para tentar aplacar a seca no semiárido Nordestino há mais de 50 anos. E ainda é alvo de controvérsias, por sua eficácia e possíveis efeitos indesejados no meio ambiente.

Leia mais »

O esgotamento sanitário como enfoque

A situação do Brasil não é nada confortável, quando o assunto é coleta e tratamento de esgotamento sanitário. Dados da Pesquisa Nacional de Saneamento Básico revelam que quase a metade dos municípios brasileiros sequer coletam esgoto e, pouco mais de 20%, o tratam. O Plano Municipal de Saneamento Ambiental de Cuiabá também indica um dado preocupante: o sistema de esgotamento sanitário da Capital atende aproximadamente 38% da população, sendo que somente 28% conta com os serviços de coleta e tratamento.

Leia mais »

Comitiva de autoridades e especialistas indianos virão ao Brasil para conhecer iniciativas bem sucedidas no saneamento

A ABES – Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental receberá, de 10 a 14 de fevereiro, um grupo de autoridades e especialistas da Índia que virá ao Brasil para conhecer iniciativas bem sucedidas em saneamento. A visita integra o South-South Knowledge Exchange, programa de intercâmbio promovido pelo Banco Mundial e parte do projeto Water Supply and Sanitation, do qual a ABES é parceira no país.

Leia mais »

Águas Guariroba investe R$ 57 milhões sistema de esgoto

O Programa Sanear Morena 2, que ampliou o sistema de coleta e tratamento de esgoto na região urbana do Imbirussu, foi concluído pela Águas Guariroba. Entre os anos de 2010 e 2013, a concessionária investiu R$ 57 milhões em obras que incluíram a implantação de 141.461,06 metros de rede coletora, 15.033 novas ligações domiciliares, além de uma nova estação de tratamento de esgoto. A estimativa é que mais de 48 mil moradores de 33 bairros da Capital tenham sido beneficiados com o serviço de saneamento básico.

Leia mais »

Período de estiagem não compromete abastecimento de água em Resende

Apesar das altas temperaturas registradas nas últimas semanas e a ausência da chuva, a população resendense não precisa se preocupar com a falta de abastecimento na região. Isso porque a concessionária Águas das Agulhas Negras ampliou a capacidade de produção de água potável de 465 litros por segundo para 740 litros por segundo, volume esse que garante a autossuficiência em água tratada pelas próximas décadas.

Leia mais »

Águas de São Francisco assume os serviços de água e esgoto de Barcarena

A Aegea Saneamento e a Prefeitura Municipal de Barcarena (PA) assinaram, nesta quarta-feira, 05/02, o contrato de concessão para a prestação dos serviços de água e esgoto do município que será feita pela recém-criada empresa Águas de São Francisco. A Aegea venceu, em 2013, a licitação pública para prestar, em regime de concessão, os serviços de saneamento de Barcarena pelo período de 30 anos. A Aegea foi representada no evento pelos diretores Radamés Casseb e Felipe Ferraz, e também por Clodoaldo Balkowiski, responsável pela implantação da concessionária em Barcarena.

Leia mais »

ANA e DAEE decidem criar grupo para monitorar Sistema Cantareira

Em reunião realizada entre o Senhor Governador do Estado de São Paulo e a Senhora Ministra de Estado do Meio Ambiente, no dia 05 de fevereiro de 2014, no Palácio dos Bandeirantes, com a presença do MMA – Ministério do Meio Ambiente, da ANA – Agência Nacional de Águas, da Assessoria Especial de Assuntos Estratégicos do governo de São Paulo, da SSRH – Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos, do DAEE – Departamento de Águas e Energia Elétrica e da SABESP.

Leia mais »

Águas de Niterói investe R$ 15 milhões na construção de três reservatórios e uma nova adutora

Águas de Niterói inaugurou, no dia 03 de fevereiro, dois novos reservatórios e uma nova adutora para atender aos bairros de São Francisco, Charitas e Jurujuba. Até o dia 15 de fevereiro, a concessionária vai inaugurar outro reservatório em Itaipu. As obras, que receberam investimentos de aproximadamente R$ 15 milhões, também beneficiarão Pendotiba e Região Oceânica. Com as obras de infraestrutura, o fornecimento de água da cidade passou de 1,8 mil litros por segundo para 2 mil litros por segundo na segunda quinzena deste mês. Até o meio do ano, o município receberá mais 100 litros, totalizando 2,1mil litros de água por segundo.

Leia mais »

Em dez anos quantidade de lixo em Manaus cresceu 38,9%

A população cresceu e com ela o lixo produzido. Segundo dados da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), em dez anos houve um crescimento de 38,9% na quantidade de lixo produzido pelo manauara. Esse aumento pode ser visto principalmente nos igarapés e no rio Negro, onde geladeiras, fogões, pneus, restos de carros e toneladas de lixo doméstico são descartados sem pena do meio ambiente.

Leia mais »