saneamento basico

Fluence fabrica planta de dessalinização de água de mar que funcionou ao vivo no Museu de Arte Moderna da Bahia durante o Seminário Internacional ALADYR

A Fluence Corporation, líder nos mercados de tratamento descentralizado de água, efluentes e reúso, mais uma vez foi patrocinadora do Seminário da Associação Latino-americana de Dessalinização e Reúso de Água (ALADYR), edição de Salvador, que aconteceu nos dias 22 e 23 de maio no hotel Wish da capital baiana.

. Além de oferecer palestras técnicas e discussões científicas a um público de aproximadamente 300 pessoas da iniciativa pública e privada, a Associação fez a demonstração de uma planta de dessalinização de água do mar operando ao vivo no Museu de Arte Moderna da cidade, ao final do primeiro dia do evento. Este equipamento, fabricado na planta da Fluence de Jundiaí é capaz de produzir até 500 litros de água potável por hora a partir da água do mar. Houve degustação de água aos presentes que aprovaram a tecnologia.

Alexandre Melo, Diretor de Projetos da Fluence Brasil comenta: “Estamos muito orgulhosos de poder cooperar com uma solução a este grave problema que assola um país tão maravilhoso e ao mesmo tempo sofrido neste quesito. É um absurdo que hoje em dia as pessoas ainda se deparem com escassez de água sendo que possuímos um litoral com 7.367 km de extensão. Com esta planta, tanto o governo como a sociedade em geral poderão comprovar que a dessalinização de água do mar é um processo fácil, viável e conseguimos fabricar estes equipamentos no país sem a necessidade de importar. Podemos obter água perfeitamente potável pelo custo de R$ 2 m3/h, sendo inclusive mais econômico do que comprar água dos famosos carros-pipa, cujos custos podem variar de 34 m3/h até 100 m3/h ou mais”.

Os engenheiros da Fluence estão totalmente alinhados com as necessidades de cada mercado onde atuam é por esta razão que se estão investindo tantos esforços em compartilhar com os usuários todas as novidades em matéria de tecnologias de tratamento de água, efluentes e reúso e também de explorar novos recursos como é o caso da dessalinização da água do mar, sendo esta uma excelente possibilidade para o Brasil por conta de sua geografia.  fluence

Sobre a Fluence Corporation Limited

A Fluence tem experiência com operações em mais de 70 países e emprega mais de 300 profissionais do mercado de água altamente capacitados em todo o mundo. A empresa fornece soluções locais e sustentáveis para tratamento e reúso, capacitando as empresas e comunidades de todo o mundo a aproveitar ao máximo seus recursos hídricos.

A Fluence oferece uma variedade integrada de serviços em todo o ciclo da água, desde a avaliação inicial até o desenho e entrega, para suporte contínuo e otimização de ativos relacionados à água. Com operações estabelecidas na América do Norte, América do Sul, Oriente Médio e Europa, a Fluence também está se expandindo no mercado de tratamento de efluentes rurais da China.

Últimas Notícias:
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »
Serviços de Coleta de Lixo

Mais de 90% dos brasileiros contam com serviço de coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo, direta ou indireta, beneficiavam 90,9% dos brasileiros em 2022, segundo dados do Censo 2022 divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que 82,5% dos moradores têm seus resíduos sólidos coletados diretamente no domicílio por serviços de limpeza.

Leia mais »
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »