saneamento basico
residuos

Plano de Resíduos Sólidos é detalhado, em Bertioga/SP

O documento é uma exigência da Política Nacional de Resíduos Sólidos, cuja lei foi sancionada pelo governo federal em agosto de 2010, com prazo para vigência a partir de agosto de 2012.

O Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, em Bertioga, passará por audiência pública terça-feira (17), às 19h, na Sala de Reuniões da Secretaria da Educação, no Paço Municipal. Antes, porém, a minuta do plano será apreciada pelos membros do Condema (Conselho Municipal de Meio Ambiente), em reunião extraordinária que acontece quarta-feira (09), às 9h, também no Paço.

A elaboração do plano é a condição para que os municípios tenham acesso a recursos da União, para serem utilizados em empreendimentos e serviços de limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. A expectativa do secretário de Meio Ambiente da cidade, Rogério Leite, é de que o documento seja encaminhado para apreciação da Câmara e aprovado ainda este ano. “Acredito que não haverá problema em aprovar no Legislativo”.

Coleta seletiva

Como parte integrante do Plano, segundo o secretário, está o Programa de Coleta Seletiva. Com o fim do contrato com a Monte Azul, que prestava serviço de coleta de lixo no município, foi elaborada uma nova licitação, já prevendo em edital todas as exigências do Plano de Resíduos Sólidos.

A empresa vencedora da licitação foi a Terracom Construções. Ela tem, como obrigação contratual, que implantar o sistema de coleta seletiva. Segundo Leite, o sistema já estará funcionando a partir do mês que vem. “A empresa está fazendo as adaptações nos caminhões, que estarão disponíveis em dezembro”, afirmou.

LEIA TAMBÉM: LEIS SOBRE RESÍDUOS SÓLIDOS

Unidade de Triagem

Outra obrigação da Terracom é implantar a UTC (Unidade de Triagem e Compostagem). O secretário explica que no local onde ocorre o transbordo de lixo atualmente, no Sítio São João, serão construídos 3 galpões e um prédio administrativo, que vai contar com vestiário, oficina e refeitório, além de um auditório para educação ambiental. Na área administrativa funcionará a incubadora de empresas. “Será direcionado a empresas que atuem na área ambiental e poderão ficar por um período de 12 meses”.

Usinas de beneficiamento

A Terracom também deverá instalar nos demais galpões do Sítio São João máquinas de beneficiamento de coco, pneu e óleo de cozinha. “Um equipamento irá triturar os pneus inservíveis, que poderão ser reaproveitados. Até mesmo para o transporte será mais rentável”, detalhou Leite. Já o óleo de cozinha, segundo o secretário, se transformará em biocombustível, que poderá ser utilizado na frota municipal e nos veículos da cooperativa.

Outra usina que a Terracom deverá implantar será a de beneficiamento de resíduos da construção civil e para a trituração dos rejeitos de pescados. Segundo o secretário, a empresa vai adquirir os equipamentos das usinas e, no final do contrato, que é de 48 meses, eles serão de propriedade do município.

Usina de Compostagem

Para o secretário, o equipamento principal da UTC será a usina de compostagem, que conta com uma esteira para triagem do lixo, mesmo que não conte com a separação do material reciclável. “No final da triagem, o material orgânico será encaminhado para compostagem”. Ainda segundo o secretário, a expectativa é que, de imediato, o material encaminhado para o aterro sanitário diminua em 30%.

PEV

A Terracom também ficará responsável pela construção de 7 PEVs (Postos de Coleta Voluntária), os chamados “ecopontos”. Serão estruturas de 200m² a 300m², instalados em vários pontos da cidade, onde a população vai poder depositar o material reciclável. “Os locais ainda estão sendo definidos, mas o mais importante é a colaboração da população na separação de materiais”, alertou o secretário.

Fonte: Costa norte.

Últimas Notícias:
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »
Lei do Bem Cagece

Lei do Bem: Cagece alcança R$ 3,6 milhões em benefícios fiscais através de investimentos em projetos de inovação tecnológica

A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) é pioneira no Ceará em aliar os investimentos em projetos de inovação tecnológica e transformá-los em benefícios fiscais. Por meio da chamada “Lei do Bem” (nº 11.196/2005), a companhia conseguiu rastrear e inserir junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação um total de R$ 17 milhões, aportados em projetos de inovação nos últimos três anos, rendendo um retorno total de R$ 3,6 milhões em benefícios.  

Leia mais »
Política de Gerenciamento Resíduos Sólidos

Política de gerenciamento de resíduos sólidos em instituições públicas

O presente estudo aborda a problemática ambiental da geração de resíduos sólidos e a inadequação do gerenciamento destes nas instituições públicas. Considerando as limitações das opções de destinação final para os resíduos, é imprescindível minimizar as quantidades utilizadas dentro destas organizações por meio da redução, reutilização e reciclagem. Diante da Política Nacional de Resíduos Sólidos e em consonância com a agenda 2030, busca-se contribuir e apontar caminhos para o enfrentamento da grave questão.

Leia mais »