saneamento basico

Guia de Compras

ClorTec ® - De Nora | Portal Saneamento Básico

ClorTec ®

Os geradores de cloro da De Nora tem uma reputação internacional, com mais de 3.000 produtos instalados.

Faça sua Cotação Agora

Descrição Completa

ClorTec ®: Os geradores de cloro da De Nora tem uma reputação internacional, com mais de 3.000 produtos instalados.

ClorTec ® – De Nora

A De Nora fornece uma variedade de tecnologias seguras, inovadoras e sustentáveis ​​ para o tratamento de água e efluentes. Oferecemos tecnologias para desinfecção, processos oxidativos, filtração. Assim como serviços de apoio para proporcionar segurança e alto desempenho ao nossos clientes em municipalidades, indústrias, segmento de óleo/gás, energia e naval.

A De Nora está presente operando em 25 empresas operacionais em 10 países com 5 centros de P&D na Itália, EUA e Japão que garantem a melhoria contínua e ampliação de suas tecnologias proprietárias cobertas com cerca de 260 famílias de patentes com mais de 2.800 extensões territoriais. Com sua ampla presença e amplo portfólio de produtos, a empresa pode atender efetivamente clientes em 100 países, empregando mais de 1.900 pessoas em todo o mundo.

Vídeos, Artigos e Notícias - Mais Recentes
Estabelece os teores máximos de metais que os resíduos utilizados no preparo de combustível derivado de resíduos perigosos poderão conter.
O estado de São Paulo atingiu a meta do Novo Marco Legal do Saneamento Básico de 90% da população coberta com coleta de esgoto, apresentando 90,54% de cobertura. A marca só perde para o Distrito Federal, que tem 92,30% de coleta.
O crescente número do consumo mundial de materiais plásticos, e consequente crescente geração de resíduos, tem aumentado o foco na evolução da economia circular e da gestão sustentável de resíduos.
Uma das iniciativas recém-anunciadas é a produção de tapetes automotivos pela Borkar a partir de retalhos de PVC descartados na fabricação dos bancos dos carros.
O tratamento de efluente industrial proveniente de processos específicos consiste em tratá-lo de modo a adequá-lo às normas e regulamentações vigentes para despejo no corpo receptor (rios) e/ou recuperá-lo de forma usá-lo como água de reúso para diversos fins.
Ademais, esse tipo de atividade gera efluentes com elevadas cargas orgânicas, o que pode comprometer o desempenho operacional de estações de tratamento anaeróbio, como é o caso de reatores UASB.