3 de agosto de 2015

Consórcio quer que divisão do cantareira seja de acordo com número de habitantes

A divisão proporcional da água ainda levará em conta a redução da capacidade de regularização da água do Sistema Cantareira. Segundo o professor doutor da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), Antônio Carlos Zuffo, para garantir o abastecimento de água com 95% de segurança, a vazão máxima de retirada seria de apenas 34 metros cúbicos por segundo ante os atuais 36 metros cúbicos autorizados. Com base nisso, as vazões limites para a Região Metropolitana de São Paulo deverão ser adaptadas a essa nova realidade.

Leia mais »

Sabesp terá de reduzir 26% da captação do Cantareira

Na última terça-feira (28), o DAEE, órgão do governo Geraldo Alckmin (PSDB), divulgou nota oficial informando que havia autorizado o aumento da retirada máxima de água do Cantareira pela Sabesp, de 13,5 mil litros por segundo para 14,5 mil l/s em agosto, e a suspensão da redução de 13,5 mil l/s para 10 mil l/s que havia sido determinada pelos gestores para ocorrer entre setembro e novembro. A decisão foi anunciada sem o aval da ANA, do governo federal.

Leia mais »

Jazida de urânio no Ceará é promessa para geração de energia

No Brasil, o futuro dessa tecnologia tem, no Ceará, uma promessa que completa quatro décadas de sua gênese no ano que vem. Em junho de 1976, foi descoberta a reserva de urânio e fosfato de Itataia, em Santa Quitéria (a 222 quilômetros de Fortaleza). Pouco mais de dez anos depois do achado, a viabilidade da exploração foi constatada.

Leia mais »