saneamento basico
BRK ETE Lontra

BRK reduz em 24% os desentupimentos nas tubulações em Rio Claro/SP

tubulações em Rio Claro/SP

Garantir o bom funcionamento dos 832 quilômetros de redes coletoras de esgoto de Rio Claro faz parte do compromisso da BRK, concessionária responsável pelos serviços de esgotamento sanitário na cidade. Além de manutenções e inspeções periódicas, a empresa realiza diariamente a limpeza preventiva das redes de esgoto. No total, de janeiro a setembro de 2022, 195.419 metros de tubulações foram limpas.

O número é o maior do que o registrado no mesmo período em 2021, quando 188.940 metros passaram pela limpeza.

Esse trabalho contribuiu para reduzir em 24% o número desobstruções na cidade, ao comparar a média mensal de 2021, que fechou em 50, com a média mensal de 2022, que é de 38. “Intensificamos as ações de manutenção preventiva e, com isso, reduzimos em 47% a média mensal de desentupimentos de 2022 comparada a registrada há cinco anos. O número é ainda mais expressivo ao comparar com os dados de 10 anos atrás, com uma diminuição de 61%. Com isso, contribuímos para o meio ambiente e saúde da população e um serviço cada vez melhor a nossos clientes”, destaca Alexandre Leite, gerente de operações da BRK.


LEIA TAMBÉM: Gestor: saiba como obter recursos para a universalização do saneamento em seu município

Tubulações em Rio Claro/SP

É importante destacar que, além das medidas adotadas pela empresa, a população também precisa se conscientizar quanto ao uso correto das tubulações de esgoto. Elas foram feitas para receber 99% de material líquido e somente 1% de sólido. Portanto, lixo como restos de alimento, papel higiênico, fraldas e fio dental, não devem ser descartados nas redes e em ligações residenciais.

Além disso, a ligação irregular da água de chuva na rede coletora de esgoto pode causar o transbordamento dos poços de visita (local de acesso às tubulações de esgoto) e, consequentemente, aumentar a possibilidade de retorno de esgoto nas ruas e nos imóveis, tendo em vista a força e quantidade de água de chuva que entra na rede de forma incorreta.

“É importante que o uso correto do sistema de esgoto seja um hábito e, principalmente, um compromisso de todas as pessoas. A maneira como cada indivíduo utiliza o sistema de esgoto reflete diretamente em sua estrutura e pode causar prejuízos à saúde e ao meio ambiente quando utilizado de forma incorreta”, complementa o gerente.

Fonte: Jornal Cidade.

Últimas Notícias:
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »
Serviços de Coleta de Lixo

Mais de 90% dos brasileiros contam com serviço de coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo, direta ou indireta, beneficiavam 90,9% dos brasileiros em 2022, segundo dados do Censo 2022 divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que 82,5% dos moradores têm seus resíduos sólidos coletados diretamente no domicílio por serviços de limpeza.

Leia mais »
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »