saneamento basico

De olho em reajuste, Sabesp sobe forte na Bovespa

São Paulo – As ações ordinárias da Sabesp registravam ganhos de 4,74% na máxima desta segunda-feira.

A companhia confirmou hoje, por meio de nota à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que estuda pedir novo reajuste de tarifa para reequilibrar seu orçamento em meio à crise da falta de água. A medida precisa ser autorizada pela Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp).

A resposta à CVM aconteceu devido uma reportagem da Folha de S. Paulo que afirmava que uma das possibilidades estudadas pela Sabesp seria propor a revisão de suas tarifas além da inflação. É possível que os novos valores sejam acompanhados por um modelo de cobrança progressiva, de acordo com o consumo individual.

A ideia é incorporar o sistema de bônus e de multa, que já acontece hoje por causa da da crise hídrica, de maneira permanente, sem a necessidade de medidas extraordinárias.

No mês, as ações da Sabesp acumulam ganhos de 21%.

 

Fonte e Agradecimentos: REVISTA EXAME

Últimas Notícias:
Concessão Saneamento Itaú de Minas

Concessão do saneamento de Itaú de Minas já tem interessadas

Pelo menos duas empresas de saneamento do setor privado manifestaram interesse na concessão do serviço em Itaú de Minas, no Sul do Estado, durante a etapa de consulta pública, concluída em 21 de janeiro deste ano. As empresas são a Cristalina Saneamento e a Orbis Ambiental, que também disputou a licitação do serviço em Alpinópolis, cidade da mesma região e de tamanho similar a Itaú.

Leia mais »
Serviços de Coleta de Lixo

Mais de 90% dos brasileiros contam com serviço de coleta de lixo

Os serviços de coleta de lixo, direta ou indireta, beneficiavam 90,9% dos brasileiros em 2022, segundo dados do Censo 2022 divulgados na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A pesquisa mostra que 82,5% dos moradores têm seus resíduos sólidos coletados diretamente no domicílio por serviços de limpeza.

Leia mais »
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »