saneamento basico
aterro-sanitario

Consórcio planeja construção de aterro sanitário em Ribeirão Preto/SP

Estudo para implantação de aterro sanitário em Ribeirão Preto será financiado pela Caixa Econômica Federal

O Consórcio de Municípios da Mogiana (CMM) planeja a construção de três aterros sanitários na região, que seriam construídos em Ribeirão Preto, Igarapava e Jaboticabal.

Nesta quinta-feira (8), o consórcio foi escolhido pela Caixa Econômica Federal para receber até R$ 15 milhões para o desenvolvimento do projeto e análise de viabilidade técnica.

O projeto surgiu de um termo de cooperação entre o CMM e a Região Metropolitana de Ribeirão Preto e foi inscrito em um edital da Caixa Econômica Federal para o financiamento de projetos de concessão no setor de saneamento básico.


LEIA TAMBÉM: NÍVEL DE ADEQUABILIDADE SOCIOAMBIENTAL DE ÁREAS DE ATERROS EM OPERAÇÃO


PPP

O projeto foi elaborado por um grupo de estudos formado pelo CMM, pelo professor Marcelo Pereira de Souza, da USP (Universidade de São Paulo), e pela secretária de Meio Ambiente de Ribeirão Preto, Sônia Valle, responsável técnica da iniciativa.

Nesta quinta-feira (8), o presidente em exercício do consórcio, Edson Avallos, e a secretária de Sônia Valle visitaram um aterro sanitário em Salto. O aterro daquela cidade foi implantado por meio de Parceria Público-Privada (PPP). O modelo é analisado para construção do aterro em Ribeirão Preto.

Últimas Notícias:
Risco Ambiental Fármacos Esgoto

Avaliação de risco ambiental de fármacos e desreguladores endócrinos presentes no esgoto sanitário brasileiro

Este estudo investigou a ocorrência, remoção e impacto na biota aquática de 19 contaminantes de preocupação emergente (CEC) comumente reportados no esgoto brasileiro bruto e/ou tratado. Para 14 CEC (E1, E2, EE2, GEN, DCF, PCT, BPA, IBU, NPX, CAF, TMP, SMX, CIP, LEV), sua presença em esgoto tratado apresentou um alto risco ambiental em pelo menos 2 dos 6 cenários de diluição considerados.

Leia mais »
greenTalks Sustentabilidade de Embalagens

greenTalks entrevista Bruno Pereira, CEO da Ecopopuli, sobre sustentabilidade de embalagens

O segundo episódio da temporada 2024 do videocast greenTalks – uma iniciativa pioneira entre a green4T e NEO MONDO para discutir o papel fundamental da tecnologia na promoção de um futuro mais sustentável – tem como entrevistado especial Bruno Pereira, Especialista em Sustentabilidade Positiva, Líder do Comitê de Sustentabilidade da Associação Brasileira de Embalagem (ABRE) e CEO da Ecopopuli.

Leia mais »
Gestão Resíduos Sólidos Urbanos

Estudo aponta caminhos para a gestão de resíduos sólidos urbanos

Apenas a cidade de São Paulo produz cerca de 20 mil toneladas de resíduos sólidos urbanos (RSU) todos os dias, sendo 12 mil domiciliares e 8 mil da limpeza urbana, decorrentes de atividades de varrição, recolhimento de restos de feiras, podas e capinas. Considerando somente as 12 mil toneladas produzidas nas residências, isso dá uma média de aproximadamente 1 quilo de lixo por habitante ao dia.

Leia mais »